Guri de Uruguaiana fala sobre o Carnaval: "Todos os canais que passavam o desfile, eu pulei" - Entretenimento

Versão mobile

 

Só se fala noutra coisa...17/02/2018 | 12h05Atualizada em 17/02/2018 | 12h05

Guri de Uruguaiana fala sobre o Carnaval: "Todos os canais que passavam o desfile, eu pulei"

 

Pitaco

Foto: Fabrício Eckhard / Divulgação

Tchê! Todo mundo fala que Carnaval é época de pegação. Para quem é casado, como eu, a única coisa que se pega nessa época é o controle remoto! 

Passei o feriado todo só no DVD: deita, vira e dorme. Fiquei ai, só pulando o Carnaval. Todos os canais que passavam o desfile, eu pulei.

É que assistir aos desfiles na TV é muito depressivo. Tu fica ali, olhando aquelas bonitonas… se sentindo um guaipeca. O pior é quando a tua patroa fica do lado, só de bico. 

Que tiro foi esse?

Quem se deu mal no Carnaval foi o Licurgo! Ele me disse que ia ficar solteiro por opção nesta época. Só se for por opção das gurias!  Ele sempre diz que é melhor ficar sozinho para a folia. Mas, quando chega a festa, o vivente não pega ninguém. Aquele ali é mais parado que água de poço.

Neste ano, ele comprou um abadá, para participar de um bloco. Pra quem não sabe, abadá é uma camiseta de manga física, feia, cor de laranja, que custa uns mil pila, e serve pra tu ficar na rua, seguindo um caminhão.

Mas o pior são as músicas que tocam. Esse ano, o hit foi aquela música da Jojo Todynho, Que Tiro Foi Esse?. Fico imaginando no Rio de Janeiro, quando toca: "Que tiro foi esse… Pah!" e o pessoal não sabe se dança ou se foge! Que barbaridade!

Argentino Esquecido

Foto: PRF / PRF / Divulgação

Uma notícia que saiu no site GaúchaZH bombou nessa semana. Um argentino foi esquecido na estrada pelos companheiros, lá no Alegrete. 

O trio de hermanos, que estava retornando de férias em Florianópolis, fez uma parada para trocar o motorista. Quando seguiram viagem, deixaram um vivente, que foi encontrado várias horas depois, vagando pelo acostamento, solito! Que barbaridade! 

Mas, na minha opinião, está mal contada essa história! Acho que o esquecimento foi intencional! Afinal, ninguém merece ter que dar carona pra um Argentino. Que barbaridade! 

Causos da Fronteira

O vivente encontra a ex no baile de Carnaval e diz para ela:

_ Era pra gente estar completando dois anos de namoro, se tu não tivesse me traído.

E ela responde:

_ Verdade, mas a culpa foi tua!

_ Minha culpa?

E ela explica:

_ Claro, se tu não tivesse descoberto, estaríamos juntos até hoje!

Foto: Divulgação / Divulgação


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros