Manoel Soares: "Se liga nas 'fake' " - Entretenimento

Versão mobile

 

Papo Reto24/03/2018 | 07h00Atualizada em 24/03/2018 | 07h00

Manoel Soares: "Se liga nas 'fake' "

Colunista alerta para o compartilhamento de notícias falsas na internet

Manoel Soares: "Se liga nas 'fake' " Lauro Alves/Agencia RBS
Manoel Soares Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

Tá ligado naqueles fofoqueiros que dão mole na quebrada e espalham papo torto sem nem saber se é verdade e, depois, ficam com cara de tacho? Pois é, isso agora virou moda. Se tem um lugar que está cheio desse tipo de vacilão é a internet. Fico maluco de tanta gente espalhando besteira nas mídias sociais. Enquanto era gente falando besteira eu dava risada, mas entramos em outra fase perigosa, as tais "fake news", que, em português, quer dizer notícia falsa, é um perigo. 

Na real é a profissionalização da velha fofoca, diz que diz, tá ligado? Hoje, empresas se especializaram em espalhar mentiras sobre empresas, políticos, pessoas e por aí vai. Quando chega no Face de uns malucos sem informação, eles repassam sem nem saber de onde veio o papo torto. Quando vão ver, estão espalhando parada errada e nem sabem. 

Leia outras colunas do Manoel Soares

Para evitar fazer papel de idiota nas redes sociais, tem algumas dicas:

1 - Saber de onde veio a história. Não conhece a fonte, não passa diante. 

2 - Desconfiar de notícias mirabolantes. Tem maluco que usa isso para invadir suas contas nas mídias sociais. 

3 - Alerte seus amigos sobre esse perigo. Existem profissionais e empresas que são responsáveis, fazem a checagem e, antes de dar o papo, vão averiguar. Se não procede, seguram para não levar informações erradas adiante. 

A internet é maravilhosa, mas tem que se ligar, porque, um dia, podemos ser vítimas de uma notícia falsa. Nos grupos de whatsapp, volta e meia, rola isso também. Perguntar pra galera de onde veio o papo, se saiu em algum jornal ou site de grande circulação, é uma das formas de se proteger. 

Com jornalistas e empresas responsáveis, volta e meia, ainda recebemos um monte de notícias distorcidas. Se a farra das fake news se espalha, perdemos a bússola da verdade. Mas isso só rola se os cabeças fracas saírem compartilhando sem nenhum critério.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros