"Orgulho e Paixão": o que esperar da novela da Globo inspirada na obra de Jane Austen  - Entretenimento

Versão mobile

 

Romantismo de época20/03/2018 | 07h41Atualizada em 22/03/2018 | 07h59

"Orgulho e Paixão": o que esperar da novela da Globo inspirada na obra de Jane Austen 

Novo folhetim das seis estreia na terça-feira (20)

"Orgulho e Paixão": o que esperar da novela da Globo inspirada na obra de Jane Austen  João Miguel Júnior/Globo
A família Benedito: Elisabeta (Nathalia Dill), Jane (Pamela Tomé), Ofélia (Vera Holtz), Cecília (Anaju Dorigon), Lídia (Bruna Griphão) e Mariana (Chandelly Braz) Foto: João Miguel Júnior / Globo
GaúchaZH
GaúchaZH

Na nova novela das seis, Orgulho e Paixão, que estreia nesta terça-feira (RBS TV, 18h), o sonho de Ofélia (Vera Holtz), a matriarca da família Benedito, é casar suas cinco filhas. No fictício Vale do Café, vilarejo no interior de São Paulo, no começo do século 20, Jane (Pamela Tomé), Mariana (Chandelly Braz), Cecília (Anaju Dorigon) e Lídia (Bruna Griphão) estão à espera do tal príncipe encantado. Mas Elisabeta (Nathalia Dill), ao contrário das irmãs, não tem como prioridade o casamento. Por isso, ela se surpreenderá ao se encantar por Darcy (Thiago Lacerda).

– O bonito é que os dois são deslocados no tempo. Ela não aceita ser essa mulher que tem de servir, enquanto ele também não concorda com essa postura de mulheres na prateleira, onde o homem vai e escolhe uma – revela Nathalia Dill.

O casal protagonista da novela Orgulho e Paixão Elisabeta Benedito (Nathalia Dill) e Darcy Williamson (Thiago Lacerda)
Tiago Lacerda vive Darcy, e Nathalia Dill interpreta ElisabetaFoto: João Miguel Júnior / Globo

Leia mais
FOTOS: próxima novela das seis, "Orgulho e Paixão" é baseada em obras de Jane Austen
Gaúcha Grace Gianoukas vai pegar só rapazes mais novos em "Orgulho e Paixão"
Gabriela Duarte fala sobre voltar às novelas e ao Brasil: "Estava na hora"

Logo no início da novela, Ema (Agatha Moreira) dará um baile de boas-vindas para Darcy e Camilo (Maurício Destri), com o intuito de arrumar pretendentes para suas amigas sem imaginar que eles estão na cidade para comprar as terras de sua família. Na ocasião, Elisabeta conhecerá Darcy e os dois vão entrar em embates verbais, deixando bem clara a personalidade de cada um, mas isso também os levará a um envolvimento. 

– A novela tem uma vocação romântica. Toda a trama se desenrola com muita paixão, romance, humor e leveza – relata o autor, Marcos Bernstein.

No entanto, a relação será alvo da interesseira Susana (Alessandra Negrini), que fará de tudo para afastá-los. A personagem trabalha para Julieta (Gabriela Duarte), a Rainha do Café, porém seu principal interesse é arrumar um marido rico. Na história, ela colocará todas as suas esperanças em Darcy e, por isso, armará para afastar o mocinho de Elisabeta, assim que o casal se apaixonar.

– Susana quer o dinheiro do Darcy. Ela não é apaixonada por ele. É uma malandra! Só quer se dar bem, não tem escrúpulos, é interesseira, mas também sabe ser engraçada – adianta Alessandra Negrini.

Personagens são baseados em mais de um romance

Orgulho e Paixão é livremente inspirada nas obras Orgulho e Preconceito (1813), Razão e Sensibilidade (1811), Abadia de Northanger (1818), Lady Susan (escrito entre 1794 e 1805), Emma (1815) e Mansfield Park (1814), da inglesa Jane Austen (1775 – 1817). 

O autor da nova novela explica que partiu de Orgulho e Preconceito e da trama da mãe que busca casar as cinco filhas. A partir daí, começou a costurar o enredo com outros livros:

– Duas das filhas são de outros romances da escritora. Mariana e Cecília foram inspiradas em Razão e Sensibilidade e Abadia de Northanger, respectivamente. Para criar Susana, me inspirei em um breve romance da Jane, chamado Lady Susan, uma mulher misteriosa e ardilosa, tudo a ver com a nossa vilã. Para dar um clima de mistério à novela, incluí também o ambiente da mansão A Abadia de Northanger. A governanta é Fani (Tammy di Calafiori), que vem apresentando esse suspense. Ainda tem elementos da novela Mansfield Park, que é um dos meus ingredientes em Orgulho e Paixão – explica Bernstein.

Jane Austen morreu nova, com apenas 41 anos, mas sua obra é até hoje reverenciada. Seus seis romances já venderam milhões – e suas tramas, que dissecam a pequena nobreza provincial do início do século 19, inspiraram centenas de adaptações. 

Para Thiago Lacerda, foi um acerto do autor decidir não seguir à risca o texto da escritora e usar apenas a essência de seus personagens e do universo retratado nos livros:

– O Marcos Bernstein tem essa liberdade em não ter nenhuma responsabilidade com a obra, a não ser trazer as referências que a Jane Austen apresenta. A partir daí, ele desdobrou a história da novela. Acho inteligente. 

Quem é quem

  • Ofélia Benedito (Vera Holtz) – Sem papas na língua, tem uma missão na vida: casar as cinco filhas. Ela passa os dias pensando em bons pretendentes para as jovens. Quanto mais tempo as filhas demoram a se casar, mais a situação financeira da família piora.
  • Felisberto Benedito (Tato Gabus Mendes) – Um intelectual, professor de todas as escolas da redondeza, casado com Ofélia (Vera Holtz). Entende-se muito bem com a filha Elisabeta (Nathalia Dill), que admira o caráter íntegro do pai e sua sagacidade e cultura. Ele acha que não há homem que possa lidar com o intelecto da filha.
  • Elisabeta Benedito (Nathalia Dill) - Elisabeta é uma jovem à frente de seu tempo, que se recusa a se casar por conveniência. Apesar de seu forte temperamento, ela encontra em Darcy (Thiago Lacerda) seu par ideal, apesar das muitas diferenças. O casal lutará contra as adversidades para viver este amor. Ela também é a melhor amiga de Ema Cavalcante (Agatha Moreira), que é o seu oposto em crenças e convicções.
  • Jane (Pamela Tomé) – A mais velha das irmãs Benedito é também a mais linda. Doce e tímida, a ela não faltam pretendentes. É a irmã mais próxima de Elisabeta (Nathalia Dill), talvez pela idade. Sofrerá muito com os altos e baixos do relacionamento com Camilo (Maurício Destri).
  • Mariana (Chandelly Braz) - Mariana é uma apaixonada radical, sempre em busca de um amor forte e explosivo. Por isso que cai de paixão por Diogo Uirapuru (Bruno Gissoni), o poeta "trovador" que leva uma vida sem regras, e rejeita o coronel Brandão (Malvino Salvador), um homem mais velho por quem nutre carinho, mas que considera entediante. Mas o futuro reserva surpresas.
  • Cecília (Anaju Dorigon) -É a filha mais caseira da família Benedito. Está sempre cercada de livros com histórias de donzelas em perigo, de mortes por amores e de terror gótico. Quando Josephine (Christine Fernandes), mulher do Almirante Tibúrcio (Oscar Magrini), morre ela fica enfeitiçada pela sua enigmática partida e o local onde ela vivia, a mansão do parque. Não é de se espantar quando ela se vê atraída pelo filho da finada, Rômulo (Marcos Pitombo), um playboy que, aparentemente, nada tem a ver com ela. Apesar disso, apaixonam-se perdidamente e se casam.
  • Lídia (Bruna Griphão) - É a mais extrovertida das filhas da família Benedito. Para piorar, sua ingenuidade é quase infantil. Sendo assim, não é de se surpreender que Lídia se meta nas situações mais cômicas possíveis.
  • Darcy Williamson (Thiago Lacerda) - Um bonito rapaz, de aparência marcante e austera. Nascido no Brasil, ele é filho de um industrial inglês, Lorde Williamson (Tarcísio Meira), que, ainda no Império, veio implantar as estradas de ferro no país. Ele tem uma irmã mais nova, Charlotte (Isabela Santoni), que vive em Londres com o pai. Darcy irá se apaixonar por Elisabeta (Nathalia Dill), uma jovem que o fará questionar seus preceitos tradicionalistas. 
  • Julieta Bittencourt (Gabriela Duarte) - Emocionalmente distante, severa, educou o filho Camilo (Maurício Destri) sozinha, amando-o muito, mas sem nunca conseguir dar o carinho que o menino precisava. Talvez por essa distância emocional, não percebe que sua assistente Susana (Alessandra Negrini) é, na verdade, uma péssima influência, que só a afasta cada vez mais de sua humanidade.
  • Susana (Alessandra Negrini) - Dissimulada, manipuladora e sedutora. É o braço direito de Julieta (Gabriela Duarte), a Rainha do Café. Vê em Darcy (Thiago Lacerda) o alvo perfeito para se dar bem na vida. Sua paz termina no dia em que Elisabeta (Nathalia Dill) entra na vida de Darcy. Começa então a saga de Susana para destruir o casal. Contará com sua expertise em maldades e com a ajuda de sua fiel empregada, a não menos ardilosa Petúlia (Grace Giannoukas).
  • Camilo Bittencourt (Mauricio Destri) - Lindo, doce e romântico, mas de personalidade fraca. Provavelmente devido à superproteção de sua mãe, Julieta (Gabriela Duarte).  Apesar de muito amado por ela, que lhe deu a melhor educação possível, a Camilo faltou o carinho materno físico. É o melhor amigo de Darcy (Thiago Lacerda), a quem considera um irmão. É Jane (Pamela Tomé) quem conquistará o coração de Camilo, mas, se depender de Susana (Alessandra Negrini) e de Julieta (Gabriela Duarte), eles não ficarão juntos.
  • Ernesto Pricelli (Rodrigo Simas) - Jovem, bonito e cheio de ideias para mudar o mundo. Filho de imigrantes italianos, Gaetano (Jairo Mattos) e Nicoletta Pricelli (Rosane Gofman), ele tem mais três irmãos, Fani (Tammy di Calafiori), Luccino (Juliano Laham), e Virgílio (Giordano Becheleni). Acaba encontrando em Elisabeta (Nathalia Dill) não só uma aliada, como também um grande amor, mesmo sabendo que terá que disputar seu coração com o poderoso Darcy (Thiago Lacerda). Vai eventualmente para São Paulo, onde dedica seu tempo à causa anarquista. Só que o amor que sente pela jovem não é completamente correspondido.
 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros