"BBB 18": Kaysar se contradiz na casa, público desconfia e favoritismo do sírio é abalado; entenda - Entretenimento

Versão mobile

 

Personagem?10/04/2018 | 07h14Atualizada em 10/04/2018 | 07h52

"BBB 18": Kaysar se contradiz na casa, público desconfia e favoritismo do sírio é abalado; entenda

Refugiado chama atenção por não falar sobre seu passado e ter roupas de grife

"BBB 18": Kaysar se contradiz na casa, público desconfia e favoritismo do sírio é abalado; entenda TV Globo / Reprodução/Reprodução
Foto: TV Globo / Reprodução / Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

Desde o início do BBB 18, o sírio Kaysar conquistou o público com seu carisma e bom humor. Divertido, alto-astral e meio avoado, o garçom foi comparado ao perfil de Kleber Bambam, vencedor da primeira edição do reality, já nos primeiros programas. Tudo parecia encaminhar Kaysar para ser o grande nome do BBB 18 e principal candidato ao prêmio de R$ 1,5 milhão, já que, nas redes sociais, a torcida a favor do sírio ganhou força.

O problema é que o comportamento de Kaysar está levantando algumas dúvidas sobre seu passado. Primeiro: o brother fala pouquíssimo sobre sua vida na Síria ou mesmo no Brasil. Garçom em Curitiba, ele é refugiado por aqui desde 2014, quando fugiu da guerra para morar com parentes distantes que vivem no Paraná. Kaysar não vê o pai, a mãe e a irmã há mais de sete anos. Aqui, o empresário Nassib Abage, primo da mãe de Kaysar, o acolheu quando ele desembarcou em Curitiba. Dono de uma renomada loja de iluminação, Abage ajuda a manter financeiramente Kaysar no Brasil – o sírio trabalhava como garçom antes do BBB

Leia mais
Eliminado do "BBB 18", Viegas avalia sua participação: "Fui um bom jogador, mas era limitado"
"BBB 18": com discurso político e "fora Temer", Viegas é eliminado do reality
VÍDEO: por que a Família Lima vai sobreviver até a final do "BBB 18"

Em Alepo, Kaysar tinha uma vida de família de classe média. De acordo com o site Uol, os pais, Diana e Giorgio Dadour, moram em uma área ainda pouco atingida pelos bombardeios da guerra. O objetivo do sírio é ganhar o prêmio para trazer a família para o Brasil.

Na casa, Kaysar praticamente não deu detalhes de seu passado ou de sua rotina no Brasil. De qualquer forma, passa a imagem de alguém sofrido, que sobrevive com dificuldades em Curitiba. Apesar de morar há quatro anos aqui, parece ter muita dificuldade com o português. Alguns participantes já especularam que talvez a realidade de Kaysar no Brasil não seja tão precária assim, ou que ele use a questão da dificuldade da língua para parecer mais humilde. Outro fato curioso é que o sírio volta e meia se contradiz – disse que gostava de brigadeiro e, em outra oportunidade, afirmou não conhecer o doce, sendo que era animador de festas infantis.

Na internet, o público anda colocando as atitudes do sírio em xeque – o que pode atrapalhar a torcida pelo brother nesta reta final. Kaysar estaria aproveitando sua condição social como refugiado para criar um personagem ou realmente é tudo coincidência e uma grande confusão? Veja para o que o público tem chamado a atenção nas redes sociais:

 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros