Conheça os riscos dos remédios para turbinar o sexo - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo16/04/2018 | 20h00Atualizada em 16/04/2018 | 20h00

Conheça os riscos dos remédios para turbinar o sexo

Conheça os riscos dos remédios para turbinar o sexo Arte ZH/
Foto: Arte ZH
Andrea Alves e Lucia Pesca

Tenho 27 anos e muita curiosidade em tomar remédio para potencializar o sexo. Não sofro de nenhum tipo de doença ou de problemas no coração. 

Hoje, comprei um medicamento chamado citrato de sildenafila. Corro risco de um ataque cardíaco ao ingerir?

Boa pergunta. Estas medicações servem para turbinar sua ereção. Se você não tem tesão pela mulher ou está muito ansioso com relação à transa, essa medicação não funcionará. 

Leia outras colunas do Falando de Sexo

O sildenafila, comercializado com o nome de Viagra, pode ajudar homens com disfunção erétil a manterem uma ereção e terem uma relação sexual satisfatória. Como qualquer outra medicação, ele pode gerar alguns efeitos colaterais. 

Os mais comuns são dores de cabeça, náuseas, ondas de calor e tontura. Mas a maioria dos homens não sente nenhum problema.

Contraindicações
Como regra geral, o medicamento deve ser evitado por homens que têm falta de ar ou dor no peito ao fazer exercícios leves, como subir poucos lances de escada. O Viagra é desaconselhado para as seguintes pessoas: doentes graves do coração ou do fígado, pacientes que tenham sofrido derrame há pouco tempo, homens com pressão baixa, pacientes em tratamento com medicamentos que contenham qualquer forma de óxido nítrico, nitratos orgânicos ou nitritos orgânicos. 

É recomendado, também, consultar um médico antes de tomar o medicamento caso a pessoa esteja fazendo algum tratamento médico ou tenha doenças como úlceras estomacais, hemofilia, leucemia ou anemia falciforme.

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros