"O artista vira refém de sua marca", diz Leo Chaves, que lança seu primeiro livro - Entretenimento

Versão mobile

 

No Colo dos Anjos10/04/2018 | 16h40Atualizada em 10/04/2018 | 16h40

"O artista vira refém de sua marca", diz Leo Chaves, que lança seu primeiro livro

Desde segunda (nove), até esta quinta-feira (12), cantor sertanejo faz sessão de autógrafos da sua primeira obra

"O artista vira refém de sua marca", diz Leo Chaves, que lança seu primeiro livro Betina Humeres/Diário Catarinense
Foto: Betina Humeres / Diário Catarinense

Conhecido do grande público por conta da dupla sertaneja que mantém com o irmão, Victor, Leo Chaves está em uma turnê diferente no Rio Grande do Sul. Desde mostra aos gaúchos, a partir de hoje, em Gravataí, a sua versão escritor. Com sessão de autógrafos, ele lança o seu primeiro livro, No Colo dos Anjos (Editora Gente). 

Na obra de ficção, o cantor e, agora, escritor conta a história de um artista que alcança o sucesso. Mas, sem saber como lidar com a fama, acaba entrando no mundo das drogas, até ser internado em um hospital. 

Descoberta

no colo dos anjos, primeiro livro de leo chaves.
Foto: Reprodução / Editora Gente

É quando um artista renomado e mais velho aparece para ajudá-lo a se reencontrar. Por telefone, de Minas Gerais, Leo admite que a sua descoberta como escritor o surpreendeu.

— Nem eu sabia que tinha esse lado na verdade (risos)! Foi uma descoberta, uma revolução que se concretizou nos últimos quatro anos — revela o cantor.

Uma representação entre os escombros da fama

Leo conta que, neste período, adquiriu o hábito de ler livros com mais frequência. E, aí, começou a escrever sobre o tema que permeia muito o ambiente em que o sertanejo vive. Aliás, ele define como "uma representação dos escombros desse cenário da fama, do sucesso, do poder".

— Muitas vezes, o artista constrói uma grande marca, um grande legado, mas acaba se tornando menor do que esse nome e virando refém dele. E, por uma série de questões, ele se esconde. E essa fuga, esses esconderijos são os escombros que escravizam artistas, celebridades e líderes da sociedade — afirma.

Apenas no palco

Para não se deixar contaminar por esses problemas em sua carreira e na vida pessoal, o mineiro afirma que, diariamente, tenta resgatar a sua essência buscando o autoconhecimento:

— Sempre que me questiono, penso: "Busque o adolescente que você tem dentro de si e pergunte a ele: é isso que ele esperava de você?". E também gosto de ressaltar: o artista está apenas em cima do palco. Fora, sou um cidadão com problemas, com desafios, mas com verdade e com autenticidade. Um cidadão em busca de melhoramento.

Programe-se:

Nesta quarta (11), lançamento e sessão de autógrafos da obra na Livraria Santos do Shopping João Pessoa, Avenida João Pessoa, 1.831, às 19h.

Quinta-feira (12), às 15h, autografa e lança o livro no Shopping do Vale, Flores da Cunha, 4.001, em Cachoeirinha.




 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros