"O Outro Lado do Paraíso" terá sequestro baseado no caso do irmão de Zezé e Luciano - Entretenimento

Versão mobile

 

Tensão05/04/2018 | 07h34Atualizada em 05/04/2018 | 07h47

"O Outro Lado do Paraíso" terá sequestro baseado no caso do irmão de Zezé e Luciano

Penúltima semana do folhetim terminará com Tomaz sequestrado e correndo o risco de perder a orelha

"O Outro Lado do Paraíso" terá sequestro baseado no caso do irmão de Zezé e Luciano Raquel Cunha/TV Globo/Divulgação
Rafael Cardoso interpreta o vilão Renato Foto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação

A novela das 9, O Outro Lado do Paraíso, entra na reta final com suspense e uma pitada de horror. A penúltima semana do folhetim terminará com Tomaz sequestrado e correndo o risco de perder a orelha. O filho de Clara deve ser sequestrado pelo médico Renato, que ameaçará cortar o órgão do menino para assustar a mãe. O enredo do crime é baseado em um evento real, que aconteceu com  o cantor Wellington Camargo, irmão de Zezé di Camargo e Luciano.

Envolvidos na situação, os personagens de Rafael Cardoso, Vitor Figueiredo e Anderson Di Rizzi, respectivamente, Renato, Tomaz e Juvenal, além dos pais da criança, Clara (Bianca Bin) e Gael (Sérgio Guizé), passarão por momentos de tensão.  O médico pegará o bisturi e algodão para mandar um "pedaço do menino" a fim de pressionar Clara.

Leia mais
"Mariano vai encontrar o que está procurando", diz Juliano Cazarré sobre "O Outro Lado do Paraíso"
"O Outro Lado do Paraíso: casamento de Mercedes e Josafá emociona o público 
Michele Vaz Pradella: "Bons atores fazem figuração de luxo em 'O Outro Lado do Paraíso'"

Tudo começa por uma atitude desesperada do vilão, que não apenas sequestrará o menino Tomaz, como também irá manter Juvenal como refém para pedir um resgate milionário: US$ 100 milhões. E será com o objetivo de agilizar o pagamento que Renato poderá mandar um pedaço cortado de Tomaz para sua mãe, Clara.

As cenas irão ao ar no começo de maio e foram baseadas na história real do cantor Wellington Camargo, irmão de Zezé di Camargo e Luciano. Na madrugada do dia 13 de março de 1999, o cantor teve parte da orelha cortada e enviada para uma emissora de TV.  Na época, exames confirmaram que a orelha era do músico. 

O sequestro de Camargo durou mais de três meses. Ele foi levado por homens armados de dentro de sua casa em 16 de dezembro de 1998. Os criminosos pediram inicialmente US$ 5 milhões de resgate, mas reduziram para US$ 300 mil. O valor foi pago em 20 de março.  No dia seguinte, Wellington foi deixado pelos sequestradores dentro de um buraco, a 150 metros de uma estrada, entre Goiânia e Guapó, na Região Metropolitana.

Três dias após o pagamento do resgate, no dia 23 de março de 1999, sete dos acusados de sequestrar Wellington Camargo foram presos em Campo Grande (MS). Os outros três integrantes da quadrilha foram presos alguns dias depois.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros