Wanessa Camargo rebate críticas a "Mulher Gato": "Eu não tô morta, querido!" - Entretenimento

Versão mobile

 

A gata arranhou30/04/2018 | 07h54Atualizada em 30/04/2018 | 08h06

Wanessa Camargo rebate críticas a "Mulher Gato": "Eu não tô morta, querido!"

Após lançamento do clipe repleto de conotação sexual, cantora respondeu a comentário considerado "machista"

Wanessa Camargo rebate críticas a "Mulher Gato": "Eu não tô morta, querido!" Reprodução/YouTube
Foto: Reprodução / YouTube
GaúchaZH
GaúchaZH

Rebolando, de quatro e dizendo que está "louca para dar". Wanessa Camargo mostrou uma nova faceta na música Mulher Gato, lançada nesta quinta-feira (26). Marcando seu retorno ao pop após anos no sertanejo, o clipe é repleto de cenas sensuais e letras com conotação sexual, o que surpreendeu e gerou críticas na internet.

Um dos trechos da música diz: "Me pega na marra, me amarra, me faz miar/ Não dá para aguentar, louca para dar/ Beijo na sua boca/ Me joga para cima que eu caio de quatro/ Sou a sua mulher gato e faço miau, miau, miau/ Chama a gata para dançar/ Leitinho quente quer tomar". 

Leia mais
"Leitinho quente quer tomar": Wanessa Camargo surpreende com nova música
Nova música de Ariana Grande lembra hit de Fábio Júnior, e fãs falam em "plágio" nas redes; compare 
Pop romântico, público LGBT+ e miau ousado de "Mulher Gato": relembre a trajetória de Wanessa Camargo

Na conta do Instagram do portal POPline, um usuário fez um comentário relacionando a postura da cantora no clipe ao fato de ela ser mãe. "Foi um sinal para ela parar, porque olha a vergonha que vai passar. Mãe de dois filhos pedindo para ficar de quatro e tomar leite... Até no pop há de se ter limite", criticou. 

O "sinal" a que ele se referia foi o espasmo muscular que Wanessa sofreu durante a gravação do clipe, deixando-a sem os movimentos do pescoço. Atenta aos comentários nas redes sociais, Wanessa rebateu a crítica. Disse que a visão dele era "machista". "Mesmo que a letra fosse literal assim (o que não é), só porque eu sou mãe não posso falar sobre sexo? Eu não tô morta, querido! E isso é machista!", observou a cantora.


Cantora reagiu à crítica feita por um perfil masculino no InstagramFoto: Reprodução / Instagram

Dias antes do lançamento oficial da música, a cantora escreveu uma mensagem à imprensa explicando a mudança na carreira. Disse que a música é "liricamente poderosa, atrevida e empoderada" e que existia um desejo nela de cantar sobre algo libertador como sexo. "É importante para mim, como mulher, falar também sobre isso. Nós também podemos ser sexuais, ou não ser", refletiu. Leia a mensagem na íntegra.

Eu estava me segurando desde setembro passado quando ouvi essa música pela primeira vez. A história da "Mulher Gato" é engraçada. Eu estava em uma época de ouvir novas faixas para a minha nova fase e, já com algumas canções favoritas, me apareceu essa música. Eu pensei: "O quê?". Mostrei para a minha equipe e para pessoas próximas, e houve de início um estranhamento. "Como assim, Wanessa?". E eu louca com a música, enquanto os meus amigos desconfiados de início, não pararam de miar depois.

Desde então, quis preparar com todo o cuidado e paciência do mundo (Oi, Wanessa, ansiosa!!!), e minha equipe e eu decidimos fazer tudo primeiro e apenas lançar! Não dizer nada, não gerar expectativas, não prometer nada. Este trabalho inicial de "Mulher Gato", com esse suspense, é para que vocês compartilhem comigo o processo misterioso que foi ter essa música em mãos.

Ela é liricamente poderosa e atrevida, é divertida, empoderada! Eu estava com vontade de me divertir um pouco com minha música — mas, ao mesmo tempo, cantar sobre algo que pra mim é libertador. E essa música fala sobre um tema mais sexual. É importante pra mim, como mulher, falar também sobre isso. Nós também podemos ser sexuais, ou não ser. Mas é o nosso direito e a nossa liberdade ser ou não ser.

Eu decidi fazer um lançamento visual, pois acredito que essa faixa é um pouco cinematográfica — você ouve e imagina coisas! E foi quando conheci o trabalho dos incríveis Os Primos, que me ajudaram a trazer o perfeito visual para essa música. No dia 27 de abril, vocês vão poder assistir e ouvir um trabalho que foi feito incansavelmente por um grande time de profissionais - e cheio de amor e mistério envolvido. 

Eu espero que vocês gostem e, que acima de tudo, se divirtam. Eu estou de volta por e para vocês!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros