Fátima Bernardes recebe prêmio nos Estados Unidos por trajetória de sucesso na TV - Entretenimento

Versão mobile

 

Reconhecimento14/05/2018 | 11h13Atualizada em 14/05/2018 | 11h13

Fátima Bernardes recebe prêmio nos Estados Unidos por trajetória de sucesso na TV

Carreira da jornalista foi celebrada com troféu em cerimônia na Flórida

Fátima Bernardes recebe prêmio nos Estados Unidos por trajetória de sucesso na TV Fabiano Silva / Globo/ Divulgação/Globo/ Divulgação
Foto: Fabiano Silva / Globo/ Divulgação / Globo/ Divulgação

Sucesso na TV brasileira com o programa Encontro, Fátima Bernardes foi premiada no Brazilian International Press Awards de Arte e Cultura. A jornalista e apresentadora da atração matutina da Globo recebeu o troféu Lifetime Achievement, uma homenagem de membros da comunidade brasileira que vivem nos Estados Unidos e que há mais de duas décadas anos se reúnem para celebrar pessoas e instituições que contribuem para uma imagem positiva do Brasil no exterior.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   

Por sua trajetória profissional, Fátima recebeu o prêmio no sábado (12) em evento apresentado pela atriz e apresentadora Fernanda Pontes no Teatro Amaturo, de Fort Lauderdale, na Flórida. A apresentadora iniciou a sua carreira em 1983 no jornal O Globo. Foi em um curso de telejornalismo oferecido pela Globo, em 1986, que descobriu a paixão pelo imediatismo do meio, a adrenalina e o contato com o público na rua. Ao longo dos anos, fez participações marcantes por quase todos os telejornais da emissora – com destaque para sua longa passagem na bancada do Jornal Nacional. 

No final de 2011, encarou novos desafios na área do entretenimento e lançou seu próprio programa. Encontro com Fátima Bernardes estreou em junho de 2012. Consolidado como um dos grandes sucessos das manhãs da Globo, o programa mistura informação, matérias de comportamento e prestação de serviço, sempre com muito humor, música e interatividade com o público. 

Entre os premiados da noite, também estavam a atriz e ex-modelo Luiza Brunet, pelo seu ativismo em prol do combate à violência contra a mulher, os pesquisadores Álvaro Lima e Alanni de Castro e o bailarino clássico catarinense Jovani Furlan, que vem despontando como solista do Miami City Ballet.

 Leia outras notícias do Diário Gaúcho   


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros