Guri de Uruguaiana fala sobre casamento: "No começo é bom, depois de um tempo, fica insuportável" - Entretenimento

Versão mobile

 

Só se fala noutra coisa...05/05/2018 | 12h00Atualizada em 05/05/2018 | 12h00

Guri de Uruguaiana fala sobre casamento: "No começo é bom, depois de um tempo, fica insuportável"

Mês das noivas

Cadê a pessoa que é contra este matrimônio?Foto: Fabricio Eckhard / Artebiz

Buenas! Chê, já estamos em maio, o mês das noivas! Nesta época do ano, eu sempre lembro que fui descobrir a verdadeira felicidade só depois que me casei. Mas, aí, já era tarde demais!

 Leia outras colunas do Guri de Uruguaiana    

Na verdade, a diferença entre o casamento e a prisão é que na prisão tu é liberado uma vez por semana para jogar bola. No casamento, não. 

Eu sou daquelas pessoas que, na cerimônia, fica torcendo pra que surja alguém pra dizer que tem algo contra esse matrimônio. E acho que casamento é igual grupo de WhatsApp: no começo é bom, depois de um tempo, fica insuportável. 

Brinde

Esses dias, inclusive, a minha patroa veio reclamar: 

_ Se eu soubesse que tu era tão pobre, não tinha me casado! 

_ Mas chê! Eu sempre te disse que tu era tudo que eu tinha na vida! Barbaridade! 

Casar com pobre é desafiar a lei da matemática: dividir nada para dois. Mas o grande problema do casamento é uma coisinha que vem de brinde: a sogra! Que falta de opção!

Bombou na Rede

Só Baitaca e Mano Lima salvam!Foto: Fabrício Eckhard / Artebiz

Foi só eu anunciar nas redes sociais que vou lançar em breve a minha paródia de La Casa de Papel que uma das músicas da série já se transformou no funk mais ouvido do Brasil! Inspirado na música Bella Ciao, da produção espanhola, o funk Só Quer Vrau já tem mais de 30 milhões de visualizações no YouTube e alcançou o primeiro lugar no Spotify. Que falta de opção! 

 Leia outras colunas do Guri de Uruguaiana   

O pior de tudo é que basta o vivente escutar uma vez essa música que a melodia demoníaca penetra na mente de tal forma que fica assobiando até a Semana Farroupilha! Só mesmo escutando Baitaca ou Mano Lima pra conseguir se livrar.

Pois olha, eu não sou muito fã de funk, mas conheço um compadre que saiu de um estado de coma profundo só por causa do estilo. É verdade! Acontece que a enfermeira deixou o rádio ligado tocando funk e ele não teve outra alternativa a não ser levantar da cama pra desligar.

Causos da Fronteira

O gaudério estava casado há mais de 50 anos quando bateu as botas. Um ano depois, foi a vez da patroa partir para uma melhor. Certo dia, os dois se encontram no céu. Faceira, ela foi se aprochegando: 

_ Meu véio! Que saudade que eu tava!

E ele responde:

_ Nem vem. O trato era até que a morte os separe!

Que barbaridade!

Foto:

 Leia outras colunas do Guri de Uruguaiana   

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros