Não tente medir sua vida sexual de acordo com os hábitos de seus amigos - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo09/05/2018 | 19h00Atualizada em 09/05/2018 | 19h00

Não tente medir sua vida sexual de acordo com os hábitos de seus amigos

Não tente medir sua vida sexual de acordo com os hábitos de seus amigos Arte ZH/
Foto: Arte ZH
Andrea Alves e Lucia Pesca

Por que queremos ter mais sexo do que os nossos amigos? Ou provar que nossos momentos íntimos são melhores do que os deles? 

Segundo estudos recentes, as pessoas são mais felizes quando pensam que sua vida sexual é mais ativa do que a de seus amigos. Em outras palavras, alguns indivíduos não se sentem seguros ou satisfeitos com a sua felicidade na intimidade, a menos que saibam que ela supera o prazer sexual dos seus amigos. 

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Discrição
Nunca é uma boa ideia compartilhar a sua intimidade com os seus amigos, mesmo que eles implorem para seguir o exemplo. E o motivo é simples: fofocar sobre a sua vida sexual é prejudicial para a confiança do seu parceiro. A mesma regra vale para ficar fazendo perguntas sobre os hábitos de outras pessoas.

Cuidados
Lembre-se de que as pessoas tendem a se exibir ou exagerar quando se trata de sua vida amorosa. O resultado é que, muitas vezes, temos uma ideia muito distorcida sobre a vida sexual dos nossos amigos. Ou seja: nem tudo o que eles falam é verdade! 

Um exemplo disso é o fato de alguns homens acharem que entendem de mulher porque tiveram uma vida sexual muito intensa e várias parceiras. Cada mulher é diferente, e as zonas de prazer mudam de pessoa para pessoa. 

Então, homens, fiquem ligados na nossa dica: falem menos e perguntem mais para suas parceiras antes de ter o mesmo ritual na hora do sexo com todas as mulheres.

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros