Tribunal rejeita ação de Anitta para tornar juíza suspeita em processo de ex-empresária - Entretenimento

Versão mobile

 

PERDEU23/05/2018 | 07h27Atualizada em 23/05/2018 | 07h36

Tribunal rejeita ação de Anitta para tornar juíza suspeita em processo de ex-empresária

Cantora terá que pagar R$ 3 milhões por indenização

Tribunal rejeita ação de Anitta para tornar juíza suspeita em processo de ex-empresária Divulgação/Divulgação
Anitta Foto: Divulgação / Divulgação

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro rejeitou, por unanimidade, uma ação de suspeição movida por Anitta contra a juíza Flavia Viveiros de Castro, responsável pelo processo que a carioca enfrenta contra a ex-empresária Kamilla Fialho.

Leia mais
Anitta sobre encontro com Pharrell Williams: "Só quero chorar"
Anitta e Maluma voltam a se seguir nas redes sociais após polêmica do passado
Anitta critica filme "Vingadores", revolta internet e apaga post; confira repercussão

Os três desembargadores decidiram que os atos julgados pela juíza são válidos. Após a última decisão da juíza, em dezembro, Anitta chegou a recorrer ao Conselho Nacional de Justiça, alegando suspeição da magistrada.

Com o posicionamento dos desembargadores, volta a valer a decisão que reconheceu o pedido da ex-empresária e determinou o depósito de R$ 3 milhões em uma conta judicial. Kamilla acusou Anitta de não ter pago o valor estipulado em caso de rompimento de contrato. As duas encerraram o vínculo profissional em 2014.

A defesa da empresária deve voltar a pedir a imediato indisponibilidade de bens de Anitta e o pagamento da indenização, que ainda não foi efetuado.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros