Após caso de Jeniffer Oliveira, autora de "Malhação" poderá abordar agressão em novela - Entretenimento

Versão mobile

 

Violência real27/06/2018 | 12h58

Após caso de Jeniffer Oliveira, autora de "Malhação" poderá abordar agressão em novela

Atriz, que interpreta Flora na trama adolescente, denunciou o ex-namorado à polícia

Após caso de Jeniffer Oliveira, autora de "Malhação" poderá abordar agressão em novela Marília Cabral/TV Globo/Divulgação
Jeniffer Oliveira Foto: Marília Cabral / TV Globo/Divulgação
GaúchaZH
GaúchaZH

A denúncia da atriz Jeniffer Oliveira contra o ex-namorado e também ator Douglas Sampaio pode render episódios em Malhação - Vidas Brasileiras. Autora da novela, Patrícia Moretzsohn disse que existe possibilidade de se basear no caso da jovem que interpreta Flora na novela adolescente para criar novos episódios que retratam a violência contra a mulher.

Em entrevista nesta terça-feira (26) à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Patrícia Moretzsohn lembrou que esse tipo de violência já foi abordada em maio com o relacionamento abusivo dos personagens Verena (Joana Borges) e Hugo (Leonardo Bittencourt). Nada impede que o tema vire pauta novamente.

Leia mais
Jeniffer Oliveira, de "Malhação", denuncia agressões de Douglas Sampaio
Delegada abre inquérito para investigar denúncia de agressão feita por atriz de "Malhação"

— As amigas dela (da personagem Verena) identificaram o problema antes que o Hugo chegasse às vias de fato. Se eu for tratar disso novamente, terei que mostrar algo além, mas dentro dos limites do horário, claro. Não seria nada para agora, porque as próximas quatro histórias já estão planejadas, mas pode ser que eu faça mais adiante, sim — confirmou a autora após ser questionada sobre o caso real de Jeniffer Oliveira e Douglas Sampaio.

Com frequência Patrícia Moretzsohn se manifesta contra o machismo nas redes sociais. Logo após a denúncia de Jeniffer vir à tona, a autora divulgou um vídeo em que o ator Bukassa Kabengele, outro intérprete de Malhação, se manifesta em apoio à jovem colega de elenco.

Toda a sapiência do nosso diretor Marcelo! @bukassakabengele certíssimo!! ������

Uma publicação compartilhada por Patrícia Moretzsohn (@pati_moretzsohn) em

— Entrou totalmente no radar. Precisamos dar esses alertas. Acho que há espaço. Estou muito feliz por estar escrevendo tramas que podem ajudar as pessoas — reforçou a autora.

Jeniffer, que tem 19 anos, escreveu um relato retratando um episódio violência que alega ter sofrido de Douglas Sampaio durante a noite de sexta-feira (22), em um bar no Rio de Janeiro. A carta foi divulgada na coluna de Patrícia Kogut, onde a atriz desabafa sobre o namoro de um mês com o ator de 25 anos. "Eu fui agredida e demorei para entender o que estava acontecendo. Eu não ia denunciar, eu não ia contar para ninguém. Eu me senti culpada! Infelizmente muita gente passa por isso, por agressões até piores do que essas e que não dão em nada. Eu resolvi lutar pelos meus direitos, eu resolvi me expor e resolvi me abrir aqui para vocês", escreveu Jeniffer. Além da nota, divulgou fotos de hematomas decorrentes da agressão. 

Douglas se manifestou nas redes sociais negando ter sido violento com Jeniffer. Disse que iria conseguir imagens da discussão que tiveram no estabelecimento. Também afirmou que iria "correr atrás dos seus direitos".

 — Estou cansado já, já botei aí o que eu tinha para botar (referindo-se às imagens da conversa que teve com Jeniffer).  Vou correr atrás dos meus direitos, sim. Já fui no Coco Mambo, tentei buscar as imagens, conversei com o pessoal. Sei a minha índole, sei o que eu faço, sei ser correto. Ela (Jeniffer) está brincando com a minha carreira, brincando com as pessoas que eu amo. Uma coisa eu tenho certeza: quando a gente está certo, a gente não tem medo de nada. Vou provar na Justiça quem está certo e quem está errado — disse o rapaz. 

Um inquérito foi aberto na 16ª Delegacia de Polícia, no Rio, para apurar o que ocorreu entre Jeniffer e Douglas. A delegada Adriana Belém afirmou ter solicitado imagens da ocasião.

— As imagens do local já foram solicitadas e os responsáveis ficaram de entregá-las até quinta-feira. Também falta o laudo do exame de corpo de delito — disse a delegada em entrevista ao jornal O Globo, acrescentando que o depoimento de Douglas deve acontecer na segunda-feira, 2 de julho.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros