Confira os 5 motivos que mais geram brigas de casal e dicas para evitar os problemas - Entretenimento

Versão mobile

 

Lady29/06/2018 | 08h00Atualizada em 29/06/2018 | 08h00

Confira os 5 motivos que mais geram brigas de casal e dicas para evitar os problemas

Pesquisa do Instituto do Casal, de São Paulo, foi feita entre abril e junho

Confira os 5 motivos que mais geram brigas de casal e dicas para evitar os problemas Pixabay/
Foto: Pixabay

Quais motivos levam você e o seu amor a uma briga? Para responder a esta questão, o Instituto do Casal, de São Paulo, desenvolveu uma pesquisa com 708 pessoas, entre abril e junho.

O resultado do trabalho, batizado de "Por que os Casais Brasileiros Brigam", chegou a um top 5. As razões, colocadas em cinco posições, são bem simples e estão presentes na rotina de qualquer par. Para analisar os motivos e dar dicas de como evitar os conflitos, o Lady ouviu a psicoterapeuta e colunista do Falando de Sexo Andréa Alves.  

Leia outras notícias de entretenimento

1ª) Bagunça
Andréa concorda: a bagunça é motivo de muitos conflitos, principalmente, logo que o casal decide viver na mesma casa. Às vezes, seu amado cresceu em um lar onde a organização não era prioridade. Ou ao contrário: ele sempre deixa tudo no lugar, e você não dá tanta bola para isto.

– É preciso lembrar que um casal é formado por duas pessoas. Cada uma tem a sua bagagem, os seus valores, a sua educação. Quando moram juntos, a intimidade faz com que algumas coisas venham à tona – diz a especialista.

Aliás, a bagunça, o primeiro motivo no ranking, tem tudo a ver com o quinto maior do levantamento (veja abaixo).

/// Dica: esta preocupação com a bagunça não pode virar uma disputa sobre como solucionar o problema. Conversem, estabeleçam prioridades e definam tarefas. Se uma coisa é muito importante para você (por exemplo: que o seu amado abaixe a tampa do vaso), deixe isto claro. O caminho inverso também é válido: se o seu amor reclama que você ocupa todos os espaços do banheiro, que tal ceder um pouco? 

2ª) Falta de diálogo
A comunicação precisa estar na base do relacionamento:

– Os casais não podem deixar de conversar, de falar sobre coisas positivas e negativas da relação. Senão, surgem ruídos de comunicação, e todas as diferenças entre um e outro vêm à tona.

Desta situação, ainda podem surgir cobranças exageradas devido à expectativa.

– O parceiro nunca será perfeito. Não existe esta coisa do "casaram e foram felizes para sempre". A relação é construída com respeito, carinho, amizade, conversa e diferenças. É preciso saber administrar tudo isto – orienta Andréa.

/// Dica: façam uma análise das conversas recentes. Você tem ouvido e ajudado o seu amado? Apenas cobrar do outro não basta! E ele está escutando você? Estejam dispostos e atentos para melhorar. 

3ª) Uso excessivo do celular
O celular nos conecta com o mundo a qualquer hora e oferece facilidades. Mas estar conectado o tempo todo pode ser prejudicial.

– As pessoas acabam se distraindo muito no mundo virtual e vivendo pouco o mundo real. É isto que gera conflitos entre os casais – alerta Andréa.

Ninguém precisa abandonar o telefone, só fazer uso dele nos momentos certos:

– É comum acusar o parceiro de ficar no WhatsApp, mas o outro também fica. Os dois devem se policiar.

/// Dica: criem regras. Que tal estabelecerem um momento específico para desligar o aparelho e curtir o romance juntinhos? Um bom exemplo é evitar ir para a cama conectado ou marcar uma noite por semana sem celular. 

 4ª) Enxurrada de críticas
Este motivo está muito ligado à falta de comunicação, como Andréa explica ao Lady:

– Temos que lembrar que, em uma relação amorosa, é importante que a gente seja amigo do nosso parceiro. Se uma pessoa acha que está "dormindo com o inimigo", que tem que estar sempre se defendendo, ou agredindo, tem alguma coisa errada.

/// Dica: é hora de parar e analisar a situação! Ouvir uma opinião diferente da sua não quer dizer, necessariamente, uma crítica. As pessoas pensam diferente, e isto não precisa ser um problema. 

5ª) Divisão injusta das tarefas
Brigas por divisão de tarefas em casa têm tudo a ver com o primeiro motivo do ranking da pesquisa, a bagunça: 

– Ainda vivemos em uma cultura machista, na qual, geralmente, é dada à mulher a responsabilidade pela casa, pelos filhos. Mas, hoje em dia, é muito comum os dois trabalharem. Se todas as tarefas ficarem só com a mulher, ela, mais cedo ou mais tarde, ficará esgotada.

Às vezes, a situação fica tão complicada que acaba atrapalhando a vida sexual.

– Se um estiver muito estressado, isto pode acontecer – avisa a psicoterapeuta.

/// Dica: de novo, conversem e dividam as tarefas. Nem sempre a divisão precisa ser exatamente igual para os dois. Ela pode ser feita de acordo com o tempo ou com as afinidades de cada um. Já obrigações com os filhos (como reuniões na escola) são de responsabilidade dos dois! 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros