Dicas para se livrar do "dedo podre" e fazer escolhas melhores nos relacionamentos - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo28/06/2018 | 18h11Atualizada em 28/06/2018 | 18h33

Dicas para se livrar do "dedo podre" e fazer escolhas melhores nos relacionamentos

Dicas para se livrar do "dedo podre" e fazer escolhas melhores nos relacionamentos Arte ZH/
Foto: Arte ZH
Andrea Alves e Lucia Pesca

Preciso muito saber por que eu sempre escolho homens complicados e problemáticos. Parece que “miro” no canalha! Eu queria um homem legal, de bom caráter e, de preferência, bom de cama. Mas só me envolvo com “abacaxi”!

Cara leitora, mulheres que, geralmente, escolhem o cara errado mais parecem ter o “dedo podre”, como se diz popularmente, na hora de definir com quem vão se relacionar. Elas enxergam o príncipe – e não o sapo – que existe neles. 

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Podemos pensar que a maioria tem mais medo de ficar sozinha do que de viver uma relação nociva. Para mudar isto, um dos caminhos é buscar se conhecer e descobrir quais são, para você, as características mais importantes em um homem. Só a partir daí, escolha alguém. Evite sair pegando o primeiro que lhe dá um sorriso. 

Esse comportamento é bem comum. É como ter uma “carência sem fim”, que leva a mulher a escolher com o tal “dedo podre”, não com a cabeça e com o coração.

O que fazer?
Com certeza, aumentar a autoestima é o caminho a ser trilhado. Mas, muitas vezes, dá trabalho. 

Fazer escolhas “tortas” pode estar relacionado com sua história de vida. Perceber com quem estes homens são parecidos é um dos caminhos. Conversar com pessoas em quem você confie também poderá ajudar. Quem está de fora percebe melhor as suas atitudes, e isto a faz ficar mais atenta. 

O que importa é não desistir de continuar buscando alguém.

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros