Evite o risco: camisinha não pode ser "reaproveitada" - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo20/06/2018 | 19h00Atualizada em 20/06/2018 | 19h19

Evite o risco: camisinha não pode ser "reaproveitada"

Evite o risco: camisinha não pode ser "reaproveitada" Arte ZH/
Foto: Arte ZH
Andrea Alves e Lucia Pesca

Transo com o meu namorado com camisinha. Ele ejacula e quer continuar transando com o mesmo preservativo. Há chance de engravidar?

Querida, não façam isto! Diga ao seu parceiro e repita quantas vezes forem necessárias: não se deve continuar transando com a mesma camisinha depois de ejacular. 

Leia outras colunas do Falando de Sexo

Até porque o pênis perde a ereção. Aí, com esperma e látex, é muito provável que aconteça uma bela “confusão”. 

E, sim: esta situação pode causar uma gravidez indesejada! Se, depois de ejacular, o homem não tira a camisinha, o líquido que está no preservativo escorre, ainda que o reservatório tenha sido feito para evitar que isso aconteça por algum tempo.

Melhor tirar
Estamos falando, aqui, sobre a lei da gravidade: se o pênis não estiver em posição totalmente ereta, mas estiver “de pé”, o famoso “a meio mastro”, permitirá que o sêmen escorra pelas bordas da camisinha, mesmo se você continuar apertando, se seguir “na função”.

Nesta hora, nenhuma atitude é tão segura como tirar a proteção e colocar outra. Em geral, ou até segunda ordem, o pênis amolece depois das ejaculações, pelo menos, o suficiente para atrapalhar as funções naturais da camisinha, como a de proteger contra uma gravidez. 

Se você já tentou, deve saber disso, certo?

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

-->
 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros