Polícia Civil começa a ouvir envolvidos no suposto estupro relatado por youtuber Everson Zoio - Entretenimento

Versão mobile

 

Continuidade31/07/2018 | 08h31Atualizada em 31/07/2018 | 08h31

Polícia Civil começa a ouvir envolvidos no suposto estupro relatado por youtuber Everson Zoio

A assessoria de imprensa de Zoio disse que ainda não houve nenhuma intimação oficial para prestar depoimento

Polícia Civil começa a ouvir envolvidos no suposto estupro relatado por youtuber Everson Zoio Reprodução/
Everson Zoio Foto: Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

Nesta segunda-feira (30), a Polícia Civil de Minas Gerais informou que se iniciaram as diligências para apurar o vídeo do youtuber Everson Zoio sobre suposto caso de estupro a uma ex-namorada. As pessoas envolvidas no caso devem prestar depoimento como parte da investigação, de acordo com a corporação. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Investigação de Crimes Cibernéticos, em Belo Horizonte, após alerta da imprensa.

Assessor de imprensa do youtuber informou ao G1 Sul de Minas que ainda não houve nenhuma intimação oficial para depoimento em Extrema, onde Zoio mora.

Leia mais
"Eu inventei": youtuber pede desculpa após dizer que teria feito sexo sem consentimento com a ex-namorada
Felipe Neto diz que vai processar responsável por vazar vídeo íntimo
Júlio Cocielo faz vídeo pedindo desculpas por comentário racista

Relembre o caso

O youtuber Everson Zoio, que tem 9,8 milhões de inscritos no YouTube, relatou em vídeo que estava deitado com a sua ex-namorada, que tinha recusado o sexo minutos antes, e que começou a retirar as peças de roupa dela mesmo sem consentimento. A história é contada com risadas ao lado de outros três amigos do youtuber, que debocham da situação.

O clipe, gravado originalmente em 2017, voltou a viralizar nesta sexta-feira (27), quando milhares de usuários foram ao Twitter para falar sobre o caso. O termo #EversonZoioEstuprador ocupou uma das posições dos Trending Topics do Brasil na rede social.

Na tarde de sábado (28), Everson publicou um vídeo em seu canal dizendo que a história foi totalmente inventada. Segundo ele, o jovem foi questionado pelos outros participantes do vídeo se teria alguma história engraçada de sexo e, sem saber o que dizer, decidiu contar algo fictício.

— Uma vez eu estava com a minha ex sim, só que ela virou pra um lado e outra para o outro na cama. A gente dormiu e pronto, não aconteceu nada. Eu lembrei desse fato. Afinal, homem é assim: sempre aumenta as coisas, quer acrescentar fatos. Quando se está conversando entre eles, inventamos alguma história e falamos algo que não aconteceu. Peguei muito pesado, muito pesado mesmo — diz.

Ele frisa que, se fosse real, sua ex-namorada poderia ter entrado com uma denúncia oficial — o que não aconteceu até o momento. 

— Não aconteceu, eu inventei tudo. Se eu fiz algo contra a vontade dela, ela tem direito de denunciar. Mesmo sendo uma brincadeira, foi uma atitude imatura, uma piada sem graça, que nem deveria ter chamado de piada.

 
 
 
 
 

Mais sobre

 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros