Michele Vaz Pradella: "Tempo nublado em 'Segundo Sol'" - Entretenimento

Versão mobile

 

Noveleiros25/08/2018 | 10h00Atualizada em 25/08/2018 | 10h00

Michele Vaz Pradella: "Tempo nublado em 'Segundo Sol'"

Acontece muita coisa na trama das nove, mas no fundo, nada muda

Michele Vaz Pradella: "Tempo nublado em 'Segundo Sol'" João Miguel Júnior/TV Globo/Divulgação
Reage, Luzia! Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

João Emanuel Carneiro é um dos melhores autores de novelas da atualidade. Não à toa, está no time seleto dos roteiristas do horário nobre. Suas tramas são dinâmicas, mexem com as emoções do público e viram assunto para as conversas e discussões nas redes sociais.

Segundo Sol não foge à regra e tem, sim, seus méritos. A história bem amarrada, o elenco de primeira e outras qualidades fazem da trama um novelão. A trama é ágil e cheia de acontecimentos, mas ainda assim, parece que dá voltas para retornar ao mesmo lugar. 

Hora da virada

Luzia (Giovanna Antonelli) é chantageada pelo trio Laureta (Adriana Esteves), Karola (Deborah Secco) e Remy (Vladimir Brichta), mente para as pessoas que ama, diz que vai se entregar, mas até agora, continua na mesma. Roberval (Fabrício Boliveira) inferniza a família Athayde, jura vingança, mas não teve ninguém a altura para dar o troco, fazer essa história andar. Todos ficam reféns de um homem rancoroso e são covardes demais para enfrentá-lo. O autor promete que a partir do capítulo 100 _ previsto para 6 de setembro _  tudo pode mudar. Aguardemos mais calor, por enquanto, é só mormaço.

Roberval (Fabricio Boliveira) , segundo sol
Roberval já cansou o públicoFoto: João Cotta / TV Globo/Divulgação


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros