Como agir após uma traição  - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo17/09/2018 | 20h00Atualizada em 23/09/2018 | 17h02

Como agir após uma traição 

Enfrentar a infidelidade nunca é fácil, mas é possível superar o sofrimento inicial.

Como agir após uma traição  Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução

O meu marido me traiu com uma colega de trabalho. Depois disso, só choro. Não consigo mais transar com ele do mesmo jeito que antes. Ele disse que foi após uma comemoração do escritório, e que não significou nada. Eu resolvi dar mais uma chance, mas está muito difícil. Tenho vontade de morrer quando imagino ele se agarrando com outra. Parece que a minha vida ficou cinza depois disto. O que eu faço, gurias?

Sua vida vale muito mais do que um relacionamento. Nenhuma pessoa pode ser objetivo de vida de alguém.

Leia outras colunas

Dói, sim, é triste, mas o outro não pode ser mais importante do que você. Não dá para amar pelos dois, pois casamentos e namoros são como acordos firmados com concordância de ambas as partes. 

Perdão 

O homem e a mulher têm iguais capacidades de controlar seus desejos. Enfrentar a infidelidade nunca é fácil, pois entram em jogo a autoestima, a confiança, a cumplicidade e a vida sexual.

É possível superar o sofrimento inicial, perdoar e dar continuidade à relação. Aliás, as pessoas podem perdoar, mas, dificilmente, esquecem da infidelidade. 

O problema é que, frequentemente, a pessoa traída passa a esconder sentimentos de dúvida, ciúme e um medo terrível de que uma nova traição aconteça. Terminar um casamento por conta disto, ou perdoar e seguir em frente, é uma decisão de cada um. 

A conversa sempre é o melhor caminho para resolver qualquer crise na vida de um casal. Contudo, não transforme as suas confissões em uma forma de cobrança e de vingança.

Se perdoou, se a convivência está legal, se o seu marido parece de fato arrependido, mas a insegurança segue, abra o jogo sobre o que sente! Que tal pensar em tudo de positivo que há na relação? 

Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros