Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex-mulher - Entretenimento

Versão mobile

 

Embrulhado em processos19/09/2018 | 07h45Atualizada em 19/09/2018 | 07h45

Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex-mulher

Ator já cumpriu pena por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos

Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex-mulher Instagram/Reprodução
Dado Dolabella foi alvo de ação por parte da ex-mulher, Viviane Sarahyba, que alegou ter sido xingada pelo ator Foto: Instagram / Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

A batalha judicial entre Dado Dolabella e suas ex-mulheres parece não ter fim. Na sexta-feira (14), a Justiça decretou a prisão do ator por ato de injúria contra Viviane Sarahyba. De acordo com o processo acessado pelo jornal Extra, ele deverá cumprir a pena de dois meses e 15 dias em regime aberto. 

Essa modalidade estabelece que o réu deve cumprir a pena em casa, com a liberdade de deixar a residência durante o dia, mas com o dever de retornar à noite. 

As informações do processo divulgado pelo Extra relatam que, por volta das 18h30min do dia 26 de dezembro de 2010, Dado chegou na casa de Viviane após passar o dia com o filho. Seu objetivo era deixar a criança na casa da ex-mulher, que informou a Dado que ele não poderia levar embora os seus instrumentos. De acordo com a juíza, o fato gerou "inconformismo injustificado" por parte do ator, que começou a xingar Viviane.

Dado repetiu o comportamento três dias depois. Ao chegar para deixar o filho, insultou novamente a ex-companheira escrevendo palavrões no carro de Viviane munido de uma chave. 

Ele havia sido condenado à pena de dois meses e 15 dias em junho de 2014 pela juíza Ana Paula Delduque Migueis Laviola de Freitas, do 3º Juizado da Violência Doméstica no Rio. Como na época Dado era réu primário, a punição foi substituída por comparecimento mensal à Justiça, proibição de ausentar-se do Rio e participações em reuniões para homens envolvidos em situações de violência doméstica.

Entre fevereiro e abril deste ano, Dado ficou na prisão por não pagar a pensão alimentícia ao filho que teve com outra mulher, Fabiana Vasconcellos. Em 2010, também foi condenado por agredir a atriz Luana Piovani, sua ex-namorada, em episódio de 2008.

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros