Quando devo levar minha filha ao ginecologista? - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo13/09/2018 | 20h00Atualizada em 23/09/2018 | 16h46

Quando devo levar minha filha ao ginecologista?

A visita a este profissional pode representar mais um instrumento para a sua filha agir de forma mais segura quando isto acontecer. 

Quando devo levar minha filha ao ginecologista? Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução

 Minha filha, de 13 anos, menstruou no ano passado, mas eu não a levei, ainda, ao ginecologista. Acho que pode pensar que é uma permissão para transar. Ela está namorando, há alguns meses, um colega de colégio e eles têm a mesma idade. Eu e meu marido estamos com medo que a coisa esquente demais e eles acabem transando. Mesmo assim, ele acha que não devo levá-la ao médico! O que faço?

Levar sua filha ao ginecologista significa que estás cuidando da saúde física e mental dela! É de extrema importância! Não tem nada de verdade na história de que estarás incentivando-a a transar. A iniciação da vida sexual vai acontecer com ou sem a sua permissão. 

A visita ao ginecologista pode representar mais um instrumento para a sua filha agir de forma mais segura quando isto acontecer. 

Leia outras colunas

É um bom momento

Como já ficou menstruada, este é um bom momento para levá-la. Converse com ela sobre a importância da consulta. Fale que aquilo que for dito, desde que não a ponha em risco nem tenha um comprometimento sério demais, é um segredo entre o médico e a paciente, que não será falado. Por isso, pode ir ao médico, abrir o coração, que ele não vai contar a ninguém. Este é um dos grandes medos das adolescentes. É importante que ela saiba que todos os médicos têm o dever ético e profissional de manter sigilo. 

A mãe deve levar a menina ao ginecologista para conversar e receber informações importantes.

 Se você tem dúvidas ou sugestões de assunto, escreva para falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros