"Segundo Sol": Remy usa frase clássica de "Avenida Brasil" e movimenta a internet - Entretenimento

Versão mobile

 

"Me serve, vadia"04/09/2018 | 08h53Atualizada em 11/09/2018 | 08h29

"Segundo Sol": Remy usa frase clássica de "Avenida Brasil" e movimenta a internet

Alguém mais entendeu a referência?

"Segundo Sol": Remy usa frase clássica de "Avenida Brasil" e movimenta a internet TV Globo / Reprodução/Reprodução
Foto: TV Globo / Reprodução / Reprodução

Os "órfãos" de Avenida Brasil fizeram a festa ontem à noite. Tudo porque, no capítulo de Segundo Sol, o autor João Emanuel Carneiro usou uma frase clássica de sua trama mais famosa.

Com os dias contados, Remy (Vladimir Brichta) está fazendo de tudo para cavar a própria cova. A vítima da vez é Karola (Deborah Secco), que se deparou com o amante em seu quarto, depois de achar que tinha se livrado dele ao desistir da fuga para Paris. A moça achou que estava por cima, mas voltou a ser fantoche do pilantra. Alguém ficou com pena? Nem eu.

Foto:

Mas o que interessa é o diálogo travado entre os dois. Além de pedir 7,5 milhões para manter os segredos da vilã, Remy deixou bem claro que está no comando. E que ela terá que fazer todas as suas vontades. Lá pelas tantas, disparou:

— Me sirva, vadia!

Captaram a referência? Em 2012, Nina (Débora Falabella) usou o mesmo bordão em Avenida Brasil. Com todas as provas para acabar com a vida de Carminha (Adriana Esteves), a mocinha vingativa virou o jogo e fez a ex-madrasta de empregada por vários capítulos. 

Porém, ao contrário de Nina, Remy não tem um exército do bem a seu favor. Muita gente quer a cabeça do pilantra numa bandeja. Está prevista para sábado a morte do personagem, mas ainda há dúvidas se ele partirá mesmo para uma melhor, ou se não passa de mais uma armação. 

Nas redes sociais, os noveleiros de plantão foram à loucura com a homenagem de João Emanuel Carneiro a si mesmo.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros