"The Voice Brasil": após noite Remix, Léo Pain segue em time de Michel Teló  - Entretenimento

Versão mobile

 

Solta a voz14/09/2018 | 08h34

"The Voice Brasil": após noite Remix, Léo Pain segue em time de Michel Teló 

Dezesseis participantes seguem na disputa do reality musical; veja como ficaram as escolhas dos técnicos

"The Voice Brasil": após noite Remix, Léo Pain segue em time de Michel Teló  /
Léo Pain se manteve no time Teló ao cantar Marcos e Belutti, "Tão Feliz"
GaúchaZH
GaúchaZH

O The Voice Brasil desta quinta-feira (13) deu início à uma nova fase do reality. Desta vez, quatro vozes foram salvas automaticamente pelos técnicos. Com discursos rápidos, os "juízes" foram escolhendo seus favoritos dentro dos times: Michel Teló elegeu Dri, Ivete Sangalo ficou com Edson Carlos, Carlinhos Brown com Erica Natuza e Lulu Santos optou por Priscila Tossan.

Com os favoritos eleitos, Tiago Leifert deu abertura a etapa seguinte, em que os 14 participantes restantes foram organizados em ordem alfabética. A primeira apresentação foi da carioca Andressa Hayalla, que optou por cantar Fica, do grupo Imaginasamba com Simone e Simaria. No entanto, nenhum dos técnicos apertou o botão e ela precisou aguardar até o final.

Leia mais
"The Voice Brasil": como vai ser o Remix, nova fase do reality show que estreia nesta quinta
"The Voice Brasil": após Batalha dos Técnicos, quem são os favoritos para vencer?
"The Voice Brasil": gaúcho vence Batalha dos Técnicos com maior votação da noite

Depois, Arthur Henrique apresentou When We Were Young, de Adele, e foi escolhido por Lulu Santos. Com I’m not the Only One, o baiano David Nascimento foi o eleito de Carlinhos Brown, garantindo muitos elogios do técnico.

A curitibana Flávia Gabê, do time de Ivete, permaneceu no grupo da baiana após cantar 4 da manhã, da banda Um44k. Na sequência, o ritmo pop dominou o palco com Versace on the Floor, de Bruno Mars, apresentada por Isa Guerra. A representante de Belo Horizonte foi escolhida por Lulu Santos.

A vibe animada do programa continuou com a performance de Kelvin Bruno, que optou por Elephant Gun, do Beirut. Nenhum dos técnicos apertou o botão, levando-o para a reclassificação no fim do programa.

Na sequência, o mais votado da etapa anterior do The Voice, Kevin Ndjana subiu ao palco com That’s What I Like, de Bruno Mars. Originalmente de Teló, o jovem foi para o time de Ivete, que não poupou elogios:

— Esse nível de sedução, ele sabe como se portar. Uma voz linda e uma presença dessas. Eu fico hipnotizada e preciso dizer que você é lindo!

O ritmo sertanejo, no entanto, voltou ao palco do reality musical com a performance de Laís Yasmin. A cantora trouxe Estrada da Vida, de Milionário e José Rico, e seguiu no mesmo time — Michel Teló apertou o botão e manteve a mato-grossense entre seus pupilos.

Leia mais
"The Voice Brasil": veja como foi a segunda noite da Batalha dos Técnicos
"The Voice Brasil": gaúcha se despede do reality na primeira noite de Batalha dos Técnicos
"The Voice Brasil": Batalha dos Técnicos tem início na noite desta terça-feira

A hora de Pain

O estilo dominante do The Voice, mais uma vez, foi a escolha de Léo Pain: o gaúcho de Alegrete, desta vez, cantou Tão Feliz, de Marcos e Belutti. Por muito pouco, o morador de Santa Maria não saiu do time de Teló e foi para as mãos de Carlinhos Brown.

Após o término de sua performance, os dois técnicos se olharam:

— Se você não for, eu vou — falou Carlinhos.

— Eu sei! — concordou Teló, entre risadas, que prontamente apertou o botão e manteve o  candidato em seu time.

— Um garoto maravilhoso desses, que sua carreira seja de muita iluminação e certamente já é muito vitorioso. Você merece — elogiou Brown.

Logo depois, Ivete, Teló e Lulu já estavam com suas vagas completas. Nas performances, o sertanejo teve uma pausa, com as apresentações de Marine Lima, que cantou Uma Noite e ½, de Marina Lima; e Micaella Marinho e a faixa Rosa de Hiroshima, que se popularizou na voz do grupo Secos e Molhados. Nenhuma das duas foi escolhida por Carlinhos, que ainda tinha uma vaga.

Morgana Rodrigues, que também é uma das representantes do sertanejo no The Voice, revisitou os clássicos e apresentou Chalana, de Almir Sater. A mato-grossense também foi “ignorada” por Carlinhos.

Leia mais
"The Voice Brasil": veja quais são os preferidos do público no reality
"The Voice Brasil": gaúcho se classifica com recorde de aprovação na última noite de tira-teima
"The Voice Brasil": veja como foi a segunda noite de tira-teima

— Nessa hora, temos que ter muita calma. Falta tão pouco, mas precisamos ouvir todos — justificou o técnico. 

Murilo Bispo, na performance seguinte, foi salvo nos últimos segundos. Após cantar Tão Bem, de Lulu Santos, o paulista foi escolhido por Carlinhos Brown quando já estava saindo do palco. Na última apresentação e automaticamente na seletiva final, Renan Valentti cantou Galopeira, de Chitãozinho e Xororó.

A decisão final

No final do programa, os candidatos que não foram escolhidos retornaram ao palco. Como estava com a "carta coringa" — por estar invicto —, Michel Teló foi o primeiro técnico a votar e optou por Morgana Rodrigues. A seguir, foi a vez de Ivete escolher Marine Lima, que já era de seu time anteriormente. Carlinhos Brown ficou com Kelvin Brino e Lulu Santos salvou Micaella Machado, a última vaga da noite.

Após as escolhas, Renan Valentti e Andressa Hayalla se despediram do reality. Na semana que vem, o The Voice será exibido na segunda (17) e na terça-feira (18), e promete novas emoções aos fãs de boa música.  


Veja como ficaram os times

Lulu Santos

Priscila Tossan, Arthur Henrique, Isa Guerra e Micaella Machado

Ivete Sangalo

Flavia Gabê, Edson Carlos, Kevin Ndjana e Marine Lima

Michel Teló

Dri, Léo Pain, Laís Yasmin e  Morgana Rodrigues

Carlinhos Brown

David Nascimento, Erica Natuza, Murilo Bispo e Kelvin Bruno

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros