"The Voice Brasil": saiba quem são os favoritos na semifinal - Entretenimento

Versão mobile

 

Reality musical21/09/2018 | 08h13

"The Voice Brasil": saiba quem são os favoritos na semifinal

Cantor de Alegrete Léo Pain desponta como um dos fortes candidatos para vencer o programa

"The Voice Brasil": saiba quem são os favoritos na semifinal Artur Meninea/TV Globo/Divulgação
Léo Pain Foto: Artur Meninea / TV Globo/Divulgação

A grande final do The Voice Brasil está chegando. Após a fase Shows Ao Vivo, o reality musical chega à sua semifinal, na próxima terça-feira (25). Único representante do Rio Grande do Sul, Léo Pain ficou marcado no programa por seu repertório sertanejo e desponta como favorito entre os finalistas. No entanto, o prêmio principal será disputado por vozes de peso, cada um em seu estilo.

Leia mais
"Não tenho a melhor voz do mundo", diz Anitta no "The Voice Brasil"
"The Voice Brasil": entenda a nova fase Shows ao Vivo do programa 

Conforme as porcentagens da última noite do reality, Priscila Tossan é páreo duro para Léo Pain, já que faturou 56,66% dos votos. Na segunda posição, o gaúcho morador de Santa Maria teve 53,39% da preferência, enquanto Murilo Bispo atingiu 46%. Kevin Ndjana, voz do time da baiana Ivete, teve 41,30%.



Priscila Tossan: a favorita do público e dos famosos

Estilo: reggae, beatbox, MPB

Perfil: carioca de 28 anos, Priscila canta em bares e até no metrô do Rio de Janeiro. Ela nasceu na zona oeste da capital fluminense e começou sua caminhada graças ao apoio da família. Foi integrante do grupo Afroreggae e já possui um EP lançado, Céu Azul. Em seu perfil no Instagram, publica imagens de sua rotina e de sua amada, a modelo Gabriela Rocha.

Setlist: desde as primeiras etapas, tem se destacado por seu repertório variado. Ela abriu sua participação no reality com Ainda É Cedo, do Legião Urbana, nas Audições às Cegas, e performou Tudo Que Ela Gosta de Escutar, de Charlie Brown Jr, na fase de Batalhas. Na etapa Tira-Teima, ganhou o coração do público com Negro Gato, de Roberto Carlos. Depois, na fase Batalha dos Técnicos, foi a vez de Chove Chuva, de Jorge Ben Jor. Muito amada por Lulu Santos, Priscila não se apresentou na fase Remix, por decisão do técnico. Após cantar Eu Sei que Vou Te Amar, de Vinicius de Moraes, na primeira noite de Shows Ao Vivo - fazendo Lulu ir às lágrimas -, a ousadia da carioca foi comprovada por sua escolha: ela trouxe o clássico infantil O Sapo, em uma releitura repleta de reggae. 

Leia mais
"The Voice Brasil": Priscila Tossan diz que mãe não aprova seu namoro com outra mulher
"The Voice Brasil": Priscila Tossan e Lulu Santos rebatem críticas após candidata cantar "O Sapo"

Votações: muito forte nas redes sociais, Priscila conquistou 66% dos votos na enquete na etapa Tira-Teima e, nesta terça-feira, teve 56,66% de apoio do público, quando disputou a vaga com o time de Lulu. Na segunda, quando cantou o clássico de Vinicius de Moraes, garantiu 50,31%.

Vantagens: Priscila é muito amada pela classe artística. No Instagram, já foi flagrada ao lado de MC Criolo, teve apoio do próprio AfroReggae para gravar seu disco e fez Lulu Santos chorar em uma das últimas audições. Também têm o apoio de atores e cantores, como Daniela Mercury, Patrícia Pillar, Deborah Secco, entre outros.

Redes sociais: no Instagram, já soma mais de 780 mil seguidores, enquanto no Facebook acabou de passar dos 90 mil curtidores. 

Léo Pain: o gaúcho sertanejo

Estilo: sertanejo

Perfil:  com 34 anos, Léo Pain nasceu em Alegrete, mas mora em Santa Maria há 13 anos. Atualmente, se dedica à carreira como cantor sertanejo com shows em todo o Brasil, mas já conquistou mais de 40 prêmios relacionados à música nativista.  O gaúcho, que começou a cantar com 13 anos, em um CTG de sua terra natal, teve seu talento descoberto pelo pai.   

Setlist: nas Audições às Cegas, Pain apresentou Dormi na Praça, de Bruno e Marrone, em repertório que seguiu no sertanejo com Você Mudou, de Cristiano Araújo. Na fase Tira-Teima, o gaúcho optou novamente por Bruno e Marrone com Por Um Minuto. Depois, na etapa Batalha de Técnicos, foi a vez de Anti-Amor, de Gustavo Mioto, enquanto no Remix, quando se manteve no time de Michel Teló, trouxe Tão Feliz, de Marcos e Belutti. Nos Shows Ao Vivo, cantou ainda Maus Bocados, outro sucesso de Cristiano Araújo. Na última terça, então, surpreendeu com outro estilo: Luis Miguel e o bolero La Barca

Leia mais
"The Voice Brasil": Léo Pain se classifica para a semifinal do programa
"The Voice Brasil": gaúcho Léo Pain avança no programa após ter maior votação da noite
VÍDEO: Léo Pain fala sobre os próximos passos no "The Voice"

Votações: o gaúcho registra mais de 50% de aceitação em todas as etapas que contou com voto popular. No Tira-Teima, teve 70,34%, número que saltou para 75,48% na Batalha dos Técnicos. Na fase decisiva dos Shows Ao Vivo, teve 54,05% e 53,39% na primeira e segunda noites, respectivamente.  

Vantagens: além de bons índices de votação, Pain tem um estilo bem definido, o que o credencia com um público fiel.

Redes sociais: no Instagram, possui 167 mil seguidores, enquanto no Facebook chega a mais de 125 mil usuários.


Murilo Bispo: o eclético paulista

Estilo: pop, rock, sertanejo

Perfil: o mais novo dos favoritos, Murilo tem 21 anos e é fortemente ligado à família. Morador de São Paulo (SP), aprendeu a tocar violão com o pai, com quem tem forte relação sobre o envolvimento com a música. É publicitário formado, mas está no reality buscando uma chance de profissionalizar no ramo musical. 

Setlist: é bem difícil definir a linha adotada pelo paulista. Em sua primeira performance, Murilo cantou Coração de Papel, de Sérgio Reis, e na noite Peguei, acabou indo para o repertório mais pop, com Clocks, do Coldplay. A seguir, no Tira-Teima, investiu nos falsetes do norte-americano Adam Levine em sua versão de Lost Stars. Na Batalha dos Técnicos, apostou em Tão Seu, do Skank. Na noite Remix, foi salvo por Carlinhos Brown ao cantar Tão Bem, do outro técnico Lulu. Na etapa de Shows Ao Vivo, foi para uma linha mais conceitual, com Tempo Perdido, do Legião Urbana, e depois encerrou com With or Without You, do U2.

Leia mais
"The Voice Brasil": após Batalha dos Técnicos, quem são os favoritos para vencer?
"The Voice Brasil": veja como foi a segunda noite de tira-teima

Votações: sempre enfrentando oponentes fortes, Murilo teve altos e baixos nas enquetes populares. No Tira-teima, atingiu 44% dos votos, porcentagem que subiu para 71,22% na fase de Batalha dos Técnicos. Na etapa Shows ao Vivo, no entanto, teve números mais medianos: sempre venceu os concorrentes, mas registrou 34,71% e 46,18%, na primeira e segunda noites, respectivamente.

Vantagens: seguindo uma linha mais jovem e fortemente atrelado ao pop, o garoto pode angariar votos por sua autenticidade nas redes sociais. No Facebook, tem vários covers populares gravados e é fortemente comparado ao cantor norte-americano Shawn Mendes.

Redes sociais: são 105 mil seguidores no Instagram, o menos popular dos quatro.

Kevin Ndjana: o rei do pop

Estilo: pop

Perfil: de ascendência camaronesa, Kevin Ndjana é filho de pais africanos e mora na Paraíba. O estudante de arquivologia gosta muito de jazz, mas se destacou no The Voice por seu gosto pelo pop. Com 24 anos, já participou de um quarteto de jazz. Foi criado pela mãe, que mora em Brasília, mas acabou se mudando para o Nordeste por conta da faculdade.

Setlist: a especialidade de Ndjana é bem clara. A estreia do brasiliense foi com Uptown Funk, de Bruno Mars. O cantor pop também teve outra canção performada por Kevin, na fase Remix, quando trouxe That’s What I Like. Na etapa Peguei, cantou  Meu Abrigo, do trio Melim,  e depois, na Batalha dos Técnicos, homenageou a técnica Ivete com A Lua Que Eu Te Dei. Na fase final, variou entre o português e o inglês: na primeira noite, performou Mina do Condomínio, de Seu Jorge, e, no segundo dia, com Chandelier, de Sia.

Leia mais
"The Voice Brasil": gaúcho Léo Pain avança no programa após ter maior votação da noite
Anitta e Gusttavo Lima participam de nova fase do "The Voice Brasil"

Votações: Kevin encarou a votação popular somente em duas fases: na Batalha dos Técnicos e na segunda noite de Shows Ao Vivo. Nesta última terça, levou o favoritismo do público com 41,30% dos votos. Já na Batalha, quando cantou um hit de Ivete Sangalo, surpreendeu com 86,72%.

Vantagens: assim como Murilo, desponta seu favoritismo por seu apelo à música pop. Ndjana dança muito em suas apresentações, o que é um show a parte, com direito a coreografias dos artistas que homenageia no palco. Teve a maior porcentagem na Batalha dos Técnicos

Redes sociais: no Instagram, possui 155 mil seguidores, e ganha força na rede de fotos por conta do perfil de sua banda, a Classic Band, que tem 20 mil apoiadores. No Facebook, é o que tem menos força, com páginas que não chegam a 5 mil seguidores.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros