Inspirado em Thiago Brava, cantor de São Leopoldo mistura reggae com sertanejo - Entretenimento

Versão mobile

 

Estrelas da Periferia30/10/2018 | 07h00Atualizada em 30/10/2018 | 07h00

Inspirado em Thiago Brava, cantor de São Leopoldo mistura reggae com sertanejo

Jader Pes, de São Leopoldo, aposta na diversificação do ritmo,  mesclando com reggae e vanera.

Durante cerca de quatro anos, de 2014 até 2018, Jader Pes, de São Leopoldo, fez dupla com um amigo, Gustavo. Porém, queria alçar voos maiores e, em março, partiu para a carreira solo. Para tentar uma diferenciação em relação ao som que fazia antes, com a dupla, Jader decidiu apostar em um repertório bem diversificado. 

 SÃO LEOPOLDO, RS, BRASIL, 28/10/2018 - Estrelas da Periferia: cantor sertanejo Jader Pes. (FOTOGRAFO: JÚLIO CORDEIRO / AGENCIA RBS)
Jader investe em vários ritmos em seu primeiro álbumFoto: Júlio Cordeiro / Agencia RBS

Mesmo considerando-se um cantor sertanejo, o jovem de 32 anos resolveu investir em vários ritmos em seu primeiro disco, batizado de Seguindo em Frente. O álbum, aliás, foi lançado no sábado passado, e, até o final desta semana, estará disponível nas plataformas digitais. 

— Busquei fazer um disco que se aproximasse, ao máximo, do que eu faço nos meus shows. Tem vanera, reggae, arrocha e sertanejo. É bem diversificado — explica Jader, que gravou em um pequeno estúdio em sua casa, no Bairro Santos Dumont: 

— Contei com a ajuda de amigos para fazer a gravação. Foi um trabalho coletivo, solidário. 

Inspiração 

Em uma das faixas, Hoje a Noite É Nossa, o cantor seguiu conselhos de amigos, que diziam para ele se inspirar em nomes do sertanejo que flertam com outros ritmos, como Tiago Brava, do hit Dona Maria, e Zezé Di Camargo & Luciano, que surpreenderam o mercado ao gravar a canção Reggae in Roça.  

— Sempre me aconselharam a tocar reggae nos meus shows, e eu fazia releituras de Tiago Brava e até do Armandinho. Vi que esta mistura de reggae com sertanejo veio com força. Então, um dia, parei para escrever uma canção e surgiu a ideia de fazer um reggae — explica o eclético Jader. 

Outra faixa que mostra o ecletismo do álbum é De Gato e Sapato, uma vanera que tem a participação de Marcelo do Tchê. 

Leia outras colunas de Estrelas da Periferia

Como a carreira solo ainda é recente, o músico quer trabalhar sua identidade junto aos fãs, "tocando o coração das pessoas", como ele define.

— Tenho algumas letras românticas e outras que falam do dia a dia, que retratam a vida real — afirma o cantor.

Jader afirma, ainda, que pretende realizar um de seus sonhos, a gravação de seu primeiro clipe, na Usina do Gasômetro, em Porto Alegre. A ideia é fazer por lá o registro do vídeo de Hoje a Noite É Nossa.

— Quero gravar lá, com o pôr do sol. E, ainda, convidar o público que estiver por lá para participar da gravação — anuncia o sertanejo.

Pitaco de Quem Entende 

Rodrigo, da dupla com Callegari, fala sobre o trabalho de Jader Pes:

— Gostei do som dele, achei sem rótulos, e, para quem está começando, isto é muito interessante. Ele passa a sua verdade na música, independente do estilo. Está no caminho certo, deve continuar sendo verdadeiro no som a que se propõe a fazer.

AQUI, O ESPAÇO É TODO SEU

— Para falar com Jader, ligue para 99519-9067.

— Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas e vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros