Léo Pain: "O pessoal está atacando na rua mesmo!" - Entretenimento

Versão mobile

 

Entrevista01/10/2018 | 12h17Atualizada em 01/10/2018 | 17h58

Léo Pain: "O pessoal está atacando na rua mesmo!"

Vencedor do "The Voice Brasil" adianta que, até 2019, estará de mala e cuia fora do RS.

Em visita à redação de GaúchaZH na manhã desta segunda-feira (1º), o gaúcho Léo Pain, vencedor da sétima temporada do The Voice Brasil, falou sobre a sua mudança para outro Estado, o engajamento nas redes sociais, o apoio dos gaúchos e os detalhes da grande final do reality show, que o sagrou campeão na quinta-feira passada (27).

Léo Pain no programa Timeline.
Léo Pain em entrevista ao programa Timeline.Foto: Vic Martins / Divulgação

BASTIDORES DA FINAL

— A música do Daniel (Adoro Amar Você) foi uma escolha minha, adoro ele desde a época da dupla João Paulo & Daniel. Gosto muito da música e canto nos shows quando tenho a oportunidade. Cheguei para o produtor musical (Vinícius Rosa, da equipe de Michel Teló) e disse: "Leva a ideia para o Michel e vamos tocar Adoro Amar Você em algum momento do programa". Foram duas músicas que eu impus, esta e Por Um Minuto (de Bruno & Marrone). Para a segunda música (Outra Vez, de Roberto Carlos), a ideia foi do Michel, pois o meu público jovem já estava conquistado no programa, com as músicas do Gustavo Mioto e do Cristiano Araújo. Ele disse: "Vamos cantar na final uma música que conquiste o público de uma faixa etária maior". Aí, deu certo. A música do Roberto foi ideia do Michel. Não é à toa que ele é tetra. 

Gshow
Com o técnico, Michel Teló.Foto: Isabella Pinheiro / Isabella Pinheiro

MUDANÇA DE ESTADO

— Em janeiro já tenho que ir embora daqui do Sul. Não tem como atender a outros Estados, até Santa Catarina fica longe para nós. É muito longe. Conversei bastante com o pessoal da Globo, com a Mariana Rios, e eles disseram "Cara, o lugar é São Paulo". Não precisa ser na capital, mas, de repente, em uma cidade nos arredores, porque o custo de vida é menor, e a loucura, também.

APOIO DO GAÚCHOS

— Com certeza, a maioria dos votos saiu daqui. Não tenho acesso aos números da votação por região, só o total. Mas, pela internet, dá para sentir que fui abraçado pelos gaúchos.

REDES SOCIAIS

— Tem muito engajamento nas redes. A maioria dos comentários é de apoio. No meu perfil no Instagram, não vi críticas. Li algumas críticas em outro lugares, em outros perfis, mas, na verdade, nem costumo olhar. Não dou muita bola para isto. Tento fazer o meu trabalho bem feito, tenho controle sobre mim, não sobre terceiros.

COMPROMISSO COM A GLOBO

— Não tenho mais agenda para cumprir, mas ainda há um contrato em vigor até o final do ano. Se eu for lançar alguma música, posso passar para eles, sem problemas. As portas estão abertas. Tenho agenda, agora, com a Universal (gravadora que premiou o cantor com um contrato ao final do The Voice).

VIDA DE CELEBRIDADE

— O pessoal está atacando na rua mesmo! Reconhecendo. Estamos (ele e a esposa Lidiane Cansi) hospedados no Plaza São Rafael. e as pessoas que estavam passando vieram na porta falar conosco. No jogo do Internacional (neste domingo, 30, na partida Internacional x Vitória, pelo Campeonato Brasileiro) foi bem legal. Ficamos em um camarote, e o pessoal vinha das cadeiras para tirar fotos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros