Michele Vaz Pradella: "Karola é uma demônia, mas Deborah Secco é massa!" - Entretenimento

Versão mobile

 

Noveleiros18/10/2018 | 11h32

Michele Vaz Pradella: "Karola é uma demônia, mas Deborah Secco é massa!"

Cenas da vilã comoveram o público em "Segundo Sol"

Michele Vaz Pradella: "Karola é uma demônia, mas Deborah Secco é massa!" TV Globo / Reprodução/Reprodução
Foto: TV Globo / Reprodução / Reprodução

A casa caiu para Karola (Deborah Secco) com a revelação sobre a origem de Valentim (Danilo Mesquita). Agora, enfim, a vilã irá conhecer o "inferno" que tanto esbravejou ao longo da novela. Depois de tentar várias artimanhas para esconder a verdade, Karola verá seu "ruruzinho" odiá-la e, o que é pior, se aproximar de Luzia (Giovanna Antonelli), a "marisqueira dos infernos".

Mas depois das cenas da última quarta-feira (17), o público ficou até com pena da ladra de bebê. Não apenas pelos bordões divertidos, apelidos carinhosos (ou nem tanto) ou pelas trapalhadas, Karola é um sucesso graças ao talento de Deborah Secco. A atriz se entregou de corpo e alma a uma personagem difícil, cheia de altos e baixos, cenas viscerais e que beiram a loucura. 

Deborah já interpretou personagens incríveis, com destaque para as malucas adoráveis Darlene, de Celebridade, e Natalie Lamour, de Insensato Coração. Infernizou meio mundo como a insuportável Íris, de Laços de Família. Viveu mocinhas, mulheres sensuais, sofredoras e outros tipos. Mas Karola, sem dúvida, é seu grande papel na telinha. A dobradinha perfeita com Adriana Esteves, intérprete de Laureta, movimentou a novela e quase fez o público torcer pelas vilãs.

E depois das dramáticas sequências de ontem, muita gente teve vontade de entrar na novela para enxugar as lágrimas de Karolinha. Ó, dó...


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros