O que pode interferir na intensidade do orgasmo  - Entretenimento

Versão mobile

 

Falando de Sexo07/11/2018 | 19h12

O que pode interferir na intensidade do orgasmo 

A idade e a perda de estrógeno na menopausa podem levar a este fato

O que pode interferir na intensidade do orgasmo  Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução

O que posso fazer para melhorar meus orgasmos? Já não são tão intensos como antes.Tenho 60 anos, só tomo remédio para a asma e a tireoide. Então, tem algo que eu possa fazer para ajudar?

Bem, não parece que remédios para estes problemas de saúde possam estar interferindo na intensidade dos orgasmos. 

Às vezes, a idade e a perda de estrógeno (hormônio relacionado com a ovulação e com o desenvolvimento de características femininas) na menopausa podem levar a este fato. 

Não são recomendados produtos ou medicações para aumentar a intensidade dos orgasmos, porque não está comprovado, cientificamente, que algo externo possa ajudar.

Dica

 Uma boa dica é você começar a fazer, diariamente, exercícios de contração dos genitais (chamados de Kegel, caso você queira ler mais detalhes). O bom é que pode fazer em qualquer momento, porque ninguém irá perceber. Sente-se com os braços ao lado do corpo, contraia sua vagina durante três segundos, depois, relaxe mais três segundos. Retome o exercício até fazer 10 repetições.

Após controlar o ritmo com três segundos, aumente até cinco e vá subindo, pouco a pouco, até chegar em 10 segundos.

Faça-o com calma, por ser um exercício de tonificação muscular. Com o tempo, você conseguirá sentir novamente as contrações da vagina durante o orgasmo.

 Leia outras colunas do Falando

Se tiver dúvidas e sugestões, mande e-mail para
falandodesexo@diariogaucho.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros