Após processo de Fernanda Lima, Eduardo Costa se afasta do Instagram: "Tô cansado e meio contrariado" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Justiça13/12/2018 | 07h20

Após processo de Fernanda Lima, Eduardo Costa se afasta do Instagram: "Tô cansado e meio contrariado"

Apresentadora abriu ações na Vara Cível e Criminal após ser alvo de ataques nas redes sociais

Após processo de Fernanda Lima, Eduardo Costa se afasta do Instagram: "Tô cansado e meio contrariado" Colagem/Reprodução
Atritos entre os dois começaram após discurso feminista de Lima no programa "Amor & Sexo" Foto: Colagem / Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

Eduardo Costa decidiu "dar um tempo" do Instagram. O anúncio foi feito pelo cantor na rede social após ser processado por Fernanda Lima:

"Tô dando um tempo do meu Insta, tô cansado e meio contrariado com algumas coisas. Sabe??? Então resolvi dar um tempo por aqui, mas quem quiser me achar é só ir lá no Insta da Victoria, de vez em quando vou falar umas besteiras por lá. Agradeço a cada um de vocês pelo carinho e amor que têm por mim, Deus te abençoe. Amo vocês. Minha vida é andar por esse país pra ver se um dia descanso feliz. Meu escritório junto com Wellington Campos vai postar uns trecos pra vocês aí, continuem por aqui. Beijo". 

De acordo com o portal G1, a queixa no processo movido pela apresentadora cita os crimes de calúnia, injúria e difamação. Fernanda Lima decidiu entrar com dois processos contra o cantor, segundo informações do colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo. Costa ofendeu ela nas redes sociais no início de novembro, após a ex-atriz e modelo realizar um discurso feminista no programa Amor & Sexo, exibido pela Rede Globo.

Leia mais
Fernanda Lima fica revoltada com presença na Globo do cantor que a xingou
Após discurso feminista, Fernanda Lima gera polêmica  nas redes sociais
Polêmicas com Fernanda Lima e cão morto em supermercado: relembre as tretas de Eduardo Costa

Na época, Fernanda Lima defendeu que as mulheres deveriam se unir contra o sistema "homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino" da sociedade brasileira: 

 — Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, vida e tesão. Chamam de louca a mulher que resiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama, vamos sabotar as engrenagens deste sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós! E todos vocês! Nossa luta está apenas começando, prepare-se porque esta revolução não tem volta. Vamos sabotar tudo isso? — convidou a apresentadora. 

O cantor sertanejo ficou irritado com o teor da mensagem e escreveu um comentário nas redes sociais chamando a apresentadora de "imbecil". Também disse que ela fazia o programa para "maconheiro, pra bandido, pra esquerdista derrotado e pra esses projetos de artista, assim como ela".

Após a repercussão negativa do caso, Eduardo Costa excluiu a publicação e, mais tarde, durante o programa Conversa com Bial, pediu desculpas à Fernanda Lima em um vídeo:

 — Eu acabei entrando nas minhas redes sociais e falando pelos cotovelos. Eu continuo pensando da mesma forma, não retiro aquilo que eu disse, mas eu quero retratar a forma como eu disse, o jeito que eu me coloquei. Acho que poderia ter sido um cara mais brando, mais tranquilo, mais comedido nas minhas palavras. Infelizmente, não fui. A mesma coragem que tenho para falar e expor as minhas opiniões eu tenho para vir no seu programa e pedir desculpas a Fernanda Lima, à família da Fernanda Lima, ao marido dela, aos filhos, aos amigos e aos fãs. Inclusive, eu sou um grande fã dela. Me arrependo da forma como falei, do fundo do meu coração. Acho que fui um babaca naquele momento. Acho que nós temos que respeitar a posição de cada um e eu fui desrespeitoso com a Fernanda Lima. Acho que democracia é isso. Eu é que não fui democrático naquele momento — considerou. 

As declarações aparentemente não comoveram a apresentadora. Um dos casos, que está sendo processado pela Vara Criminal, deve ter sua primeira audiência em 19 de dezembro na Justiça do Rio de Janeiro. O outro processo, na Vara Cível, ainda não tem audiências marcadas.

para vir no seu programa e pedir desculpas a Fernanda Lima, à família da Fernanda Lima, ao marido dela, aos filhos, aos amigos e aos fãs. Inclusive, eu sou um grande fã dela. Me arrependo da forma como falei, do fundo do meu coração. Acho que fui um babaca naquele momento. Acho que nós temos que respeitar a posição de cada um e eu fui desrespeitoso com a Fernanda Lima. Acho que democracia é isso. Eu é que não fui democrático naquele momento — considerou. 

As declarações aparentemente não comoveram a apresentadora. Um dos casos, que está sendo processado pela Vara Criminal, deve ter sua primeira audiência em 19 de dezembro na Justiça do Rio de Janeiro. O outro processo, na Vara Cível, ainda não tem audiências marcadas.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros