Gianecchini diz que Carolina Dieckmann não teve empatia quando ele estreou primeira novela - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Faltou amizade11/12/2018 | 08h19Atualizada em 11/12/2018 | 08h25

Gianecchini diz que Carolina Dieckmann não teve empatia quando ele estreou primeira novela

Ator afirmou que demorou para que a colega de "Laços de Família" se harmonizasse com ele

Gianecchini diz que Carolina Dieckmann não teve empatia quando ele estreou primeira novela Reprodução/Multishow
Reynaldo Gianecchini relembrou bastidores das novelas em entrevista ao programa "Lady Night" Foto: Reprodução / Multishow
GaúchaZH
GaúchaZH

Falta de coleguismo acontece entre estrelas. De acordo com Reynaldo Gianecchini, a atriz Carolina Dieckmann não teve empatia quando ele estreou sua primeira novela, Laços de Família, que foi ao ar na Globo em 2000. 

Em entrevista ao programa Lady Night desta segunda-feira (10), Gianecchini afirmou que sentiu dificuldade com a colega de elenco. Na trama, ele vivia o personagem Edu, que namorava Helena (Vera Fischer), mãe de Camila, a garota interpretada por Carolina. 

— Tive dificuldade com a Carolina (Dieckmann), rolou um tempo para a gente se harmonizar, isso eu falo até para ela. No começo não rolou uma empatia dela para mim. Acho que ela não curtiu muito. Depois reverteu tudo, eu amo a Carol. Mas é engraçado isso da não empatia — considerou o galã à apresentadora Tatá Werneck

Leia mais
"Tenho muito medo do desemprego", diz Tatá Werneck no Troféu Melhores do Ano
Fernanda Montenegro defende artistas: "Não somos ladrões da Lei Rouanet"
O que é o "nosso sinal" que os fãs de Fernanda Gentil estão compartilhando

Em compensação, disse que a própria Vera Fischer foi generosa com ele, além de Marieta Severo, que fez o papel da vilã Alma Flora. 

Ele também relembrou uma confusão nas gravações da novela Esperança (2002), em que fez par romântico com a atriz Ana Paulo Arósio e, em determinada cena, ela quebrou quatro dentes dele.

— Foi no meio de uma cena que a gente ia quebrar uma estátua, eu tinha que tirar uma barra de ferro dela e acabou sobrando para os meus dentes e eu continuei a cena. Fui inundado pelo sangue — contou o ator. 

Depois, mandou um recado para a atriz, que se afastou da televisão em 2010.

— Adoro a Ana Paula Arósio. Sinto falta dela. Espero que você volte — convocou Gianecchini com os olhos voltados para a câmera. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros