Youtuber Whindersson Nunes é acusado de "defender" supermercado em caso de cão morto - Entretenimento

Versão mobile

 

Controvérsia05/12/2018 | 08h13Atualizada em 05/12/2018 | 08h17

Youtuber Whindersson Nunes é acusado de "defender" supermercado em caso de cão morto

Segurança da rede é suspeito de ter espancado animal dentro do supermercado

Youtuber Whindersson Nunes é acusado de "defender" supermercado em caso de cão morto Colagem/Reprodução
Foto: Colagem / Reprodução
GaúchaZH
GaúchaZH

Após a repercussão da morte de um cachorro que teria sido espancado por um segurança dentro de um supermercado Carrefour, na última quarta-feira (28), vários famosos foram às redes sociais se posicionar sobre o caso. Entre eles, o youtuber Whindersson Nunes dividiu opiniões com suas publicações que relativizam a culpa da empresa no episódio. 

Leia mais
Polícia investiga morte de cachorro em supermercado de São Paulo
Whindersson Nunes se inspira em Gisele Bündchen para batizar cachorrinha
Whindersson Nunes ajuda mulher a conseguir prótese de R$ 14 mil

"Vale lembrar que não é empresa inteira que tem culpa, aconteceu no Carrefour de Osasco, um cachorro foi morto a pauladas por um segurança despreparado", escreveu o influenciador digital no Twitter.  Uma parte de seus seguidores, entretanto, compreendeu o tuíte como ofensivo e destacou que a violência contra o animal não foi resultado de despreparo, mas da falta de humanidade do segurança. 

Após a polêmica, Whindersson reconheceu que se expressou de forma equivocada e excluiu a publicação original. 

Em um novo tuíte, ele respondeu aos fãs: "Me expressei mal, a palavra não era DESPREPARADO, e sim DESUMANO, que o Carrefour se pronuncie" afirmou.

O youtuber também destacou que trabalha a favor da causa animal e que não merecia as críticas à sua posição. "Fico triste por que mesmo depois de falar várias coisas certas, e ajudar animais com as minhas ações (só esse mês foram mais de 60 mil reais que ajudei para casas que cuidam de animais abandonados), as pessoas ainda por causa de um tweet que me expressei mal metem o pau em mim."

Apesar da confusão, Whindersson seguiu comentando o caso em suas redes sociais. 


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros