Mitos, verdades e polêmicas sobre depilação - Entretenimento

Vers?o mobile

 

Lady10/01/2019 | 11h46Atualizada em 10/01/2019 | 11h46

Mitos, verdades e polêmicas sobre depilação

Especialmente no verão, alguns cuidados devem ser observados

Mitos, verdades e polêmicas sobre depilação Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução

É verão, época de colocar as pernas de fora, desfilar em biquínis e maiôs e de mostrar partes do corpo que ficam, normalmente,  escondidas nas outras estações do ano. Para quem não gosta de exibir pelinhos, é o momento de botar a depilação em dia. Mas, antes de "arrancar o mal pela raiz", conheça quais cuidados são necessários para obter êxito no procedimento.

A procura por procedimentos de depilação aumenta bastante entre novembro e março, segundo Andressa Avila, supervisora da Mirage Intercoiffure Academia.

— Dezembro e janeiro são os meses de maior movimento — comenta.

Carla Fabiane Oliveira de Almeida, instrutora de depilação na mesma instituição, conta que a depilação com cera é a mais popular, já que é mais eficaz e tem maior durabilidade. 

— A mais usada é a cera quente, por ser menos dolorida. Ela dilata os poros e os pelos saem com mais facilidade — explica.

Carla deixa claro que existem diversos tipos de cera, inclusive para peles mais sensíveis. O ideal, alerta a instrutora, é conversar com um profissional para saber qual é o produto e o procedimento mais indicado. Depilação a laser, por exemplo, não deve ser feita durante o verão, pois não pode ser realizada em peles bronzeadas.

Cuidados com a pele

Foto: Mirage / Divulgação

— A maioria das técnicas depilatórias remove, além dos pelos, as células de proteção da pele, deixando-a mais sensível aos raios ultravioleta. Tenha paciência antes de se jogar ao sol. É preciso esperar um tempo, logo após a depilação: só depois de 48 horas, e com filtro solar. Em peles mais sensíveis, 72 horas, pois há o risco de surgirem manchas.

 — Após a depilação, a dica é usar protetores com fator de proteção solar igual ou maior do que 30 para o corpo, e, para o rosto, 50.

 — Evite cremes hidratantes que contenham ácidos ou álcool.

 — Faça esfoliação regularmente, pois ela elimina as células mortas e a pele seca, evitando que os pelos encravem.

Homens também fazem

 Depilação masculina - Jeferson Lopes, Personal Trainer.
Foto: Vinícius Roratto / Especial

Não é segredo para ninguém que os homens estão ficando mais vaidosos e consumindo produtos e serviços, que, agora, são vistos até como essenciais. E é neste novo contexto de preocupação com a aparência que a depilação masculina ganha espaço. Cada vez mais, a ala masculina procura o serviço, revela Andressa:

— As partes mais solicitadas por eles são pernas, peito e abdômen. As partes íntimas não são todos que fazem.

Questão de escolha

bruna linzmeyer , pelos , instagram , foto
Foto: Instagram / Reprodução

Depilar ou não depilar, eis a questão. Deixar a pele lisinha não é a única alternativa, mulherada! Há um movimento crescente de quem prefere não aderir à depilação e exibir um estilo mais, digamos, natural. 

No Facebook, a campanha Janeiro Peludo, que começou na Inglaterra e se espalhou por diversos países, ganha adeptas entre as brasileiras.

É o caso da atriz Bruna Linzmeyer, a Lourdes Maria da novela O Sétimo Guardião. No Instagram, ela postou uma declaração a favor dos pelos e uma foto com a axila sem depilação à mostra:

"De um jeito que eu não esperava, comecei a achar muito bonito pelos em mim. Aprendi que liberdade é respeitar a escolha das outras pessoas, quando estas escolhas não violentam ninguém."


Agradecimento: Mirage Intercoiffure Academia. Telefone: (51) 3361-1100

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros