Conheça as principais diferenças entre as dietas veganas e vegetarianas - Entretenimento

Vers?o mobile

 

Lady07/02/2019 | 10h00Atualizada em 07/02/2019 | 10h00

Conheça as principais diferenças entre as dietas veganas e vegetarianas

Confira o que elas podem fazer por sua saúde

Conheça as principais diferenças entre as dietas veganas e vegetarianas Reprodução / Reprodução/Reprodução
Capriche no menu! Foto: Reprodução / Reprodução / Reprodução

Quem não conhece alguém vegetariano ou vegano? Mas, exatamente, qual é a diferença entre os seus adeptos? Mesmo com dietas que têm semelhanças, o vegano segue uma filosofia que abrange outros aspectos do consumo. Já o vegetariano se refere, basicamente, à alimentação. Entenda. 

Alimentação

Segundo a endocrinologista do Hospital São Lucas da PUCRS Luciana Dornelles Sampaio Péres, consumir alimentos que não são de origem animal, seguindo um cardápio de frutas, verduras, legumes, grãos e cereais, exige um alerta.

– Praticantes das dietas vegetarianas e veganas, quando não são bem orientados, têm maior risco de desenvolver deficiências de macro e micronutrientes, principalmente, de vitamina B12, vitamina D, zinco, ferro, cálcio e ácidos graxos ômega-3 – explica ela, pós-graduada em nutrologia.

Normalmente, é preciso repor a carência com suplementos vitamínicos. Por outro lado, as proteínas já são encontradas em alimentos de origem vegetal como grãos (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico e quinoa).

Segundo a endocrinologista do Hospital São Lucas da PUCRS Luciana Dornelles Sampaio Péres, consumir alimentos que não são de origem animal, seguindo um cardápio de frutas, verduras, legumes, grãos e cereais, exige um alerta.

– Praticantes das dietas vegetarianas e veganas, quando não são bem orientados, têm maior risco de desenvolver deficiências de macro e micronutrientes, principalmente, de vitamina B12, vitamina D, zinco, ferro, cálcio e ácidos graxos ômega-3 – explica ela, pós-graduada em nutrologia.

Sem carne e saudável

As dietas vegetariana e vegana estão associadas a muitos benefícios para a saúde devido ao alto teor de fibras, vitaminas, minerais e ao menor consumo de gorduras saturadas. Diversos estudos apontam uma menor incidência de obesidade, diabetes tipo 2, doença cardiovascular, hipertensão e até de alguns tipos de câncer nesta população de consumidores.

Como se adaptar

O processo de adotar uma nova dieta é individual. Algumas pessoas optam por dar início a uma alimentação vegetariana não estrita (que inclui ovos, leite, laticínios) primeiro para, depois, ir para a vegetariana estrita.

Outras já adotam o cardápio  vegetariano estrito desde o início. E há casos de pessoas que, após passar um bom período sendo vegetarianas, voltam a consumir carnes. Como veganos estão mais propensos a desenvolver algumas carências nutricionais, devem ser acompanhados por um médico ou por um nutricionista.

A pele agradece!

O professor José Elvis da Rosa Severo, do curso de cabeleireiro do Senac Centro Histórico, diz que cosméticos veganos (xampus, sabonetes e maquiagem) de origem natural são uma excelente opção:

– Substâncias quimicamente sintetizadas têm efeito cumulativo na pele e, a longo prazo, podem gerar danos. 

Já os produtos naturais, que são mais delicados e livres de conservantes, podem trazer benefícios com o uso contínuo. Além da sua produção ecologicamente sustentável, o risco de alergias é menor.

Parecido, mas nada igual

Vegetarianismo

/// A dieta segue diferentes linhas, sendo as principais a ovolactovegetariana (que prevê a ingestão de ovos, laticínios e mel) e a vegetariana estrita, que exclui todos os alimentos de origem animal, tais como mel, ovo, laticínios e gelatina, entre outros.

Veganismo 

/// Não é só a opção alimentar, mas o estilo de vida que condena o sofrimento e a exploração dos animais. O vegano, além de seguir a dieta vegetariana estrita, exclui da sua vida produtos que usaram qualquer força de trabalho animal (tração, transporte), extração de matéria-prima (seda, mel, couro e lã), ou itens que foram testados em animais (cosméticos e produtos de higiene). Não frequentam locais como circos, zoológicos ou parques em que bichos são usados como forma de lazer e não compram animais de estimação. Adotam os resgatados.

Há um mês

“Estou muito bem-humorada” Foto: Planeta Atlântida / Divulgação

Anitta, 25 anos, mudou o seu cardápio no início de 2019 por influência da amiga Luisa Mell, ativista do direito dos animais.  

– O que mudou? Meu humor. Estou muito bem-humorada, todo mundo notou. Estou me sentindo leve, além de ter emagrecido – contou a cantora no Stories, no Instagram, no sábado passado, ao comemorar um mês de dieta vegetariana.

A cantora chegou a dizer que estava seguindo uma dieta vegana em alguns posts. Mas se corrigiu e se disse vegetariana.

De raiz

Hana sofreu no confinamentoFoto: Victor Pollak / TV Globo/Divulgação

A mais recente eliminada do Big Brother Brasil 19, Hana Khalil, 22 anos, trouxe à tona o tema do veganismo. 

A ex-sister mostrou dificuldades em se alimentar em um ambiente que ela dizia não estar totalmente preparado para recebê-la. 

Chegou a questionar o fato de os alimentos serem entregues em embalagem transparente, sem informações adicionais sobre os ingredientes. A carioca foi alvo de brincadeiras nas redes sociais sobre a sua expressão facial apavorada, ao cogitar a hipótese de ter ingerido pão que tinha ovos na receita.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros