Do rock para o sertanejo, dupla emplaca estilo próprio - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Estrelas da Periferia14/05/2019 | 08h31Atualizada em 14/05/2019 | 08h31

Do rock para o sertanejo, dupla emplaca estilo próprio

Músicos de Gravataí integravam banda de rock, mas decidiram mudar para o sertanejo, para conseguir mais visibilidade

 

 Gravataí, RS, BRASIL, 12/05/2019: Estrelas da Periferia - Bruno & Breno Paes. (Foto: Omar Freitas / Agência RBS)
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Até 2017, os irmãos Bruno, 27 anos, e Breno Paes, 24, seguiam um rumo bem diferente do sertanejo. Faziam parte da banda Reiká, destaque aqui da seção Estrelas da Periferia, que fazia uma mescla de rock e pop, sempre com foco no som autoral. Porém, a dificuldade de ter uma sequência regular de shows fez os irmãos moradores de Gravataí cogitarem a possibilidade de mudar de ramo musical. 

— No fim de 2017, demos um tempo na Reiká e começamos a pensar de maneira mais séria em formar uma dupla sertaneja. Desde criança, a gente gostava de música, como um todo, de todos os gêneros. Então, quando começamos a levar a sério a possibilidade de virarmos "Bruno & Breno", decidimos que faríamos um sertanejo mais pop, fazendo jus ao nosso ecletismo (com vários estilos) — afirma Breno, lembrando que a versatilidade veio da influência familiar, pois o pai dos guris, Henrique, também tem um histórico musical, já tendo integrado grupos como o extinto The Pilhas. 

Mudança acertada

Conforme Breno, mesmo migrando do rock para o sertanejo, a proposta da dupla é a mesma: apostar em músicas autorais. Aos poucos, o retorno do mercado começou a aparecer. 

— Com a mudança, a gente passou a apresentar algo mais compacto, voz e violão, que saía mais em conta para os contratantes. O sertanejo está mais em evidência e, queira ou não, todo mundo gosta, né? — atesta Bruno revelando que, depois da mudança, a dupla conseguiu engrenar oito apresentações por mês. 

Ligados nas atuais tendências do mercado, os sertanejos já lançaram a primeira faixa autoral, batizada de Diz Aí, que também tem clipe. Agora, seguindo exemplos de famosos como Anitta, eles pretendem lançar uma canção por mês, acompanhada de clipe.

— Atualmente, é  tendência lançar singles, e trabalhar as canções na internet e nas redes sociais — finaliza Breno.  

 Pitaco de Quem Entende

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL 28/08/2018 - Cinco entre os poucos gaúchos que aparecem no ranking das músicas mais tocadas em Porto Alegre - Rodrigo Ferrari. (FOTO: ROBINSON ESTRÁSULAS/AGÊNCIA RBS)
Foto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Rodrigo Ferrari fala sobre o trabalho de Bruno & Breno:

— A dupla manda bem no formato acústico, não ficou cansativo de ouvir. Boa melodia! Eles fazem bonito, mesmo sem uma banda completa. 

MOSTRE SEU TRABALHO POR AQUI

— Para falar com a dupla, ligue para 99778-0104.

— Se quiser participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas e vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros