Fãs vibram com shows de sertanejo e música eletrônica no VillaMix Festival - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Anfiteatro Pôr do Sol18/05/2019 | 22h10Atualizada em 18/05/2019 | 22h14

Fãs vibram com shows de sertanejo e música eletrônica no VillaMix Festival

A organização ainda não divulgou público, mas a expectativa é superar 30 mil pessoas

Fãs vibram com shows de sertanejo e música eletrônica no VillaMix Festival Félix Zucco / Agência RBS/Agência RBS
Show de Alok teve espetáculo pirotécnico com luz e fumaça Foto: Félix Zucco / Agência RBS / Agência RBS

O tempo colaborou neste sábado (18), em Porto Alegre, para o VillaMix Festival, com um belo entardecer e a temperatura amena. Uma grande estrutura de palco foi montada no Anfiteatro Pôr do Sol, com com direito a dois telões. A opção de fazer evento reservado em área aberta atraiu milhares de pessoas. 

Os dois primeiros shows foram de  Kevinho e  Felipe Araújo , irmão do cantor Cristiano Araújo, falecido em 2015. Uma das atrações do VillaMix Festival foi a dupla Matheus e Kauan, que levantou o público tendo o entardecer da beira do Guaíba como moldura. 

— Adoro essa cidade, esse Estado. Fazia tempo que não vínhamos — celebrou Kauan, que vestia uma camisa da banda norte-americana de rock Guns 'n Roses durante a apresentação. 

Leia mais
VillaMix Festival apresenta nomes mais fortes do sertanejo em Porto Alegre
Criticada, Paula Fernandes se defende sobre sua versão de "Shallow": "Gaga não mexeu em uma vírgula sequer"
#MorreUmaEstrela: "Shallow" de Paula Fernandes e Luan Santana gera memes

Já o seu parceiro de palco, Matheus, destacou que o espetáculo teve sabor especial para a dupla, que atualmente reside em São Paulo. 

— Hoje viemos com um repertório novo do nosso DVD e a galera cantou junto. Foi marcante — ressaltou o cantor sertanejo. 

O VillaMix acontece no Anfiteatro Pôr do Sol, mas com área fechada, recebendo somente o público que adquiriu ingresso. Bretes fecham a Avenida Edvaldo Pereira Paiva desde a Rótula das Cuias até o ponto de encontro da Avenida Ipiranga com o Guaíba. 

A organização ainda não divulgou público, mas a expectativa é superar 30 mil pessoas. Entre as seis principais atrações do VillaMix, estão sucessos do sertanejo e da música eletrônica. 

Por volta das 18h15min deste sábado (18), subiu ao palco Alok, renomado DJ nos cenários nacional e internacional. A galera foi ao delírio desde o início do show com a potência da batida eletrônica, combinada com um espetáculo pirotécnico de luz, fogos e fumaça. 

Nas suas músicas, ele mesclou sucessos próprios com remixes de clássicos de Pink Floyd, Jon Bon Jovi, Tim Maia, entre outros. 

 Lucianeia Lodi, 28 anos, avaliou a maratona de shows como “ótima”, mas o ponto alto para ela foi a batida de Alok. Antes mesmo do festival, o DJ já era a maior expectativa da fã, que aprovou a realização de um show privado no espaço do Anfiteatro Por do Sol, que costumeiramente recebe eventos abertos. 

— Gostei assim porque achei mais organizado — opinou Lucianeia.  

Alok mesclou sucessos próprios com remixes de clássicosFoto: Félix Zucco / Agência RBS

Acompanhado por instrumentistas no violão, baixo, bateria, percussão e teclado, Gusttavo Lima começou sua apresentação às 19h39. O público acompanhou cada letra das musicas, balançando as mãos e os braços de um lado para o outro para seguir o ritmo.

Próximo do palco, além de cantar e dançar, centenas de pessoas aproveitam a proximidade com os artistas para fazer vídeos e selfies. Além de animado, de canto afiado, o público do VillaMix é variado, mas existe uma predominância de mulheres e homens na faixa dos 20 aos 40 anos. 

Leia mais
Veja quanto o Estação Fandangueira fatura por show e a quanto pode chegar o cachê em tempos de crise 
Morre compositor de "Entre Tapas e Beijos", hit de Leandro e Leonardo
"Foi uma consolidação de carreira para nós", lembra Xororó, sobre o lançamento de Evidências

Amanda Azevedo, 22 anos, viajou de Rio Grande a Porto Alegre para curtir o VillaMix. Ela fez o trajeto de carro na companhia de uma amiga, ambas com ingresso. Amanda não titubeou ao comentar sua preferência dentre os escaldados para a animar a massa: 

— Amo Jorge e Mateus — declarou a jovem. 

Quando o relógio bateu 21h30min, uma brisa suave soprava do Guaíba e o público chamou em coro: “Pelo amor de Deus, Jorge e Mateus”. 

A dupla sertaneja atendeu prontamente e iniciou o esperado último show, para a alegria da fã Amanda, que veio de Rio Grande, e milhares de outros e outras do público. A apresentação teve presença mais marcante da guitarra, multidão cantando em uníssono os hits e uma pitadinha de histeria, com direito a gritos e choro na beira do palco. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros