Atriz Sônia Guedes morre aos 86 anos - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Obituário04/06/2019 | 12h46Atualizada em 04/06/2019 | 12h46

Atriz Sônia Guedes morre aos 86 anos

Nascida em Santo André, artista era conhecida por papéis em novelas como "Malu Mulher" e "Barriga de Aluguel", além dos infantis "Vila Sésamo" e "Chiquititas"

Atriz Sônia Guedes morre aos 86 anos Ver Descrição/Ver Descrição
Atriz era graduada em Artes Cênicas e também tinha formação em canto e piano Foto: Ver Descrição / Ver Descrição
GaúchaZH
GaúchaZH

A atriz Sônia Guedes morreu na noite desta segunda-feira (3), aos 86 anos, devido a um câncer. O velório deve ser realizado nesta terça (4), no Cemitério do Araçá, em São Paulo.

Nascida em Santo André, no ABC paulista, a atriz  era graduada em Artes Cênicas pela Escola de Arte Dramática da Universidade de São Paulo (USP) e tinha formação em canto e piano. Com um trabalho cênico que começou aos 14 anos, em teatro amador e de rua, ela estreou na TV como a Maroca do infantil Vila Sésamo, em 1972, transmitido pela TV Cultura e pela Globo.

Depois, Sônia atuou ainda em novelas como Malu Mulher (1979), como a mãe da protagonista Regina Duarte, Barriga de Aluguel (1990), Coração de Estudante (2002), Mulheres Apaixonadas (2003), Luz do Sol (2007), entre outras produções da Globo. Seu trabalho mais recente na TV aberta foi na nova versão da novela Chiquititas (2014), para o SBT. Trabalhou ainda na série Santo Forte (2015), a primeira produção nacional do canal pago AXN.

No teatro, ela participou da peça A Última Sessão, em 2016, do dramaturgo e diretor Odilon Wagner. A montagem reuniu outros nomes consagrados e veteranos da dramaturgia nacional como Etty Fraser, Nívea Maria, Miriam Mehler, Sylvio Zilber, Yunes Chami, Gésio Amadeu, Gabriela Rabelo e Marlene Collé.

No cinema, a atriz estreou em Noite em Chamas (1977), versão nacional do norte-americano Inferno na Torre. Seu último trabalho foi O Amor no Divã (2016).

Sônia tinha ainda forte atuação social, tendo ajudado a fundar o Sindicato de Metalúrgicos de Santo André, o Centro Popular de Cultura (CPC) e o Grupo Teatro da Cidade de Santo André (GTC). Em 2009, a escritora Adélia Nicoleti lançou a biografia Sônia Guedes: Chá das Cinco.

 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros