"Gosto de ter redes que falam sobre mim", diz Paolla Oliveira, no ar em "A Dona do Pedaço" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

A musa do pedaço10/06/2019 | 14h32

"Gosto de ter redes que falam sobre mim", diz Paolla Oliveira, no ar em "A Dona do Pedaço"

Em entrevista, atriz fala sobre a influenciadora digital de moda e estilo que vive na novela das nove

"Gosto de ter redes que falam sobre mim", diz Paolla Oliveira, no ar em "A Dona do Pedaço" João Miguel Júnior/TV Globo/Divulgação
Atriz define personagem como uma mulher segura e poderosa Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Paolla Oliveira vive a influenciadora digital de moda e estilo Vivi Guedes na novela A Dona do Pedaço. A jovem é o exemplo de sucesso que a vilã Josiane (Agatha Moreira) deseja seguir. Quando criança, Vivi testemunhou o assassinato da mãe a tiros em uma praia do Espírito Santo. Após andar sem rumo pelas ruas de Vitória, a menina contou com a sorte: foi adotada por Otávio (José  de Abreu) e Beatriz (Natália  do Vale). 

Amada pelos pais adotivos e cercada de todo o conforto, a garota se torna a famosa blogueira Vivi Guedes e contrata Kim (Monica Iozzi) para administrar sua carreira. A dissimulada Josiane percebe em Vivi a chance para realizar seu sonho de ser também uma celebridade e vai promover muitas intrigas e armações em meio à sua ambiciosa jornada. 

Nesta, Paolla fala sobre seu papel na novela das nove exibida pela RBS TV e a relação que tem com as redes sociais em seu dia a dia.

Como você define Vivi? E como criou a personagem?

Ela vem de uma infância humilde, traumática e se torna essa mulher segura e poderosa. É de um extremo ao outro. Para atuar, fiz muita pesquisa. Conhecia alguns influencers e voltei a contatá-los, como a Alexandra, do perfil Alexandria, e o Carlinhos Maia. A Camila Coutinho veio para fechar essa composição com chave de ouro, trocamos muita ideia sobre a rotina deles. A Vivi é um mix dessas personalidades. Na novela, ela fala muito de moda, é fashion e ousada. A internet gira em torno dessa segurança de si mesma, tem tudo a ver com ela. 

Os personagens do Walcyr Carrasco costumam ter várias camadas. Vivi tem um ar de mocinha, mas ela vai mudar com a evolução da trama?

Não acho que exista a distinção, de eu ser boa ou má. Existem momentos em que ela vai ficar com raiva, mas inicia a novela como uma mulher bem segura. Acredito que, depois, algo se quebre. Talvez surja uma fragilidade em algumas situações.

Como você lida com suas redes sociais e com os haters? 

Na vida, tudo é aprendizado. Acho que a Vivi está me ajudando a ser segura com meus perfis pessoais. Considero que posso influenciar pessoas. Percebi isso quando comecei a falar sobre a Vivi, durante as pesquisas que fiz para a novela. Eu mesma alimento meu Instagram, gosto de ter redes que falam sobre mim, mostrando o que é real, natural, de verdade. É isso o que o pessoal gosta.

Você tem preocupação em influenciar pessoas?

Não, nunca pensei nisso, mas gosto de ter as redes com a minha cara. Sempre sou muito verdadeira e natural. Sobre minha imagem em si, claro que já usei filtros, mas sempre penso: “Por que não colocar uma cara sem maquiagem?”. Os filtros são legais, mas gosto de ser espontânea.

Quando você se sente “a dona do pedaço? 

Quando estou sendo eu mesma, sem medo de ser feliz e de julgamento, plena. A Vivi tem origem humilde, passado traumático e se torna uma digital influencer segura. Só com essa evolução de vida, já estamos falando de empoderamento. 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros