Nunca é tarde para brilhar: confira os atores veteranos com fôlego de estreantes - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Noveleiros22/06/2019 | 09h00Atualizada em 22/06/2019 | 09h00

Nunca é tarde para brilhar: confira os atores veteranos com fôlego de estreantes

Com mais tempo de carreira do que muitos colegas têm de idade, eles roubam a cena

Nunca é tarde para brilhar: confira os atores veteranos com fôlego de estreantes João Miguel Júnior/TV Globo/Divulgação
Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

A teledramaturgia atual está repleta de jovens talentos que brilham e impressionam em cena. Mas, em meio a estreantes ou artistas que estão nos primeiros degraus da carreira, sobressaem nomes que têm mais tempo de profissão do que muitos de seus colegas têm de idade. Com décadas na telinha, eles ainda conseguem surpreender.

Depois de mostrarem tipos tão diversos na TV, no teatro ou cinema, atores e atrizes veteranos se reinventam e mostram fôlego de estreantes. Confira estrelas que têm se destacado na tramas atuais, ainda que em papéis secundários, mas com importância fundamental para as histórias que pretendem contar nas novelas.


Guerra santa de titãs às 18h

Em Órfãos da Terra, a rixa entre o judeu Bóris (Osmar Prado) e o palestino Mamede (Flávio Migliaccio).
Nem os cachorrinhos podem namorarFoto: Reprodução / Globo

O conflito entre judeus e árabes é assunto espinhoso nos noticiários, que mostram as vítimas inocentes atingidas ao longo das décadas. Uma guerra sem fim, difícil de ser compreendida por nós, ocidentais. No entanto, o tema duro ganhou leveza e até um tom cômico pelas mãos de Duca Rachid e Thelma Guedes, autoras de Órfãos da Terra.

De um lado, o palestino Mamede (Flávio Migliaccio). Do outro, o judeu Bóris (Osmar  Prado), vizinhos no bairro paulista de Vila Mariana. No meio da "guerra" declarada, um casal apaixonado: Ali (Mouhamed Harfouch) e Sara (Verônica Debom). 

A rivalidade não poupa nem os cachorros Sultão e Salomé, impedidos pelos donos de se aproximarem um do outro. E aí já viu que é confusão e risadas garantidas no núcleo mais divertido da trama!

Seis décadas 

  Mamede (Flávio Migliaccio) na novela
Toma jeito, Mamede...Foto: TV Globo / Divulgação

Em mais de 60 anos de carreira, Flávio Migliaccio é a história viva da TV brasileira. De ídolo da criançada, como Xerife no seriado Shazam, Xerife e Cia (1972), passando por novelas de sucesso  como Rainha da Sucata (1990), como o hilário seu Moreiras, a trajetória do ator se confunde com a história da teledramaturgia brasileira. 

O talento implacável para o humor conquistou gerações. Tanto que, até hoje, Flávio não precisa abrir a boca para arrancar um sorriso do público.

O tipo vivido em Órfãos da Terra lembra um pouco o seu Chalita, da série Tapas & Beijos (2011 - 2015), mas apesar da coincidência de origem dos personagens, a semelhança para por aí. Aos 85 anos, o veterano se reinventa a cada novo trabalho e conquista o respeito e a simpatia de colegas e fãs. Na trama das seis, Mamede poderia ser odiado pelo público — afinal, é contra um dos casais mais  fofos da novela. Porém, graças ao talento único do seu intérprete, todos amam o vovô mais rabugento da telinha.


Versátil a serviço da arte

 Bóris (Osmar Prado), Eva (Betty Goffman)  e  Sara (Verônica Debom)
Bóris, Eva (Betty Goffman) e Sara (D): que curtição!Foto: TV Globo / Divulgação

Um catador de caranguejos que fez um pacto com o "cramulhão". Um homem misterioso que era atraído pela lua cheia e acabou voando até ela. Coronéis com mãos de ferro, cruéis até o último fio do  bigode. Indiano, caipira, delegado... Estes e muitos outros tipos já ganharam vida com Osmar Prado, 71 anos, um dos atores mais versáteis do país. Sua atual "encarnação" é um judeu ortodoxo, convicto das tradições e incapaz de aceitar qualquer ligação com uma família árabe. 

Dramático e amoroso ao extremo, Bóris é o típico avô judeu, ou "saba", em hebraico. Em cada armação para impedir o romance da neta, Sara, com Ali, se revela mais atrapalhado do que ardiloso — tanto que nada surtiu efeito. E depois de tantos papéis dramáticos — quem diria! —, Osmar se revela um comediante nato, sutil e certeiro na hora de fazer rir.

Ester (Nicette Bruno) órfãos da terra
Ester completou o trio maravilhaFoto: Paulo Belote / TV Globo/Divulgação

O trio multicultural da novela das seis se completa com Nicette Bruno, 86 anos, impagável como a Ester, uma "mame" judia intensa e exagerada. Nos capítulos mais recentes, uma aliança improvável se formou entre ela, Mamede e Bóris, na tentativa de evitar o enlace de Ali e Sara. A empreitada não teve sucesso. Mas quem ganhou foi o público vidrado na telinha com as cenas dessa tríade de peso.


Vovó matadora

Dulce ( Fernanda Montenegro ) a dona do pedaço
“Momosa” e sanguináriaFoto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Fernanda Montenegro ficou menos de uma semana no ar em A Dona do Pedaço,  mas foi o suficiente para acertar em cheio o coração do público. Dulce, com ares de vovó amorosa, se mostrou uma assassina fria e sanguinária. 

Às vésperas de completar 90 anos, Fernandona consegue surpreender. Em pleno horário nobre, empunhou um revólver e acabou com a raça da família Matheus. E ainda conseguiu se arrastar até em casa, mortalmente ferida, para dar notícia das bisnetas desaparecidas. 

Não há dúvidas de que ela é o grande nome da dramaturgia brasileira. Tanto que, ainda que por poucos capítulos, virou uma honra para qualquer autor tê-la no elenco.

Seja recitando uma receita de bolo, seja dando tiros para todos os lados, o Brasil para tudo para vê-la em ação.


Joia rara

Gladys ( Nathalia Timberg ) a dona do pedaço
Exaltamos e aplaudimos: não tem papel pequeno para NathaliaFoto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Outra preciosidade em A Dona do Pedaço, Nathalia Timberg se prepara para os 90 anos em plena atividade. Como Gladys, uma ricaça falida, mas cheia de altivez, se divide entre os conselhos sexuais à filha, Lyris (Deborah Evelyn), e a decepção com o filho playboy, Régis (Reynaldo Gianecchini). Não há papel pequeno para ela, que já fez par romântico com Fernanda Montenegro em Babilônia (2015). Em O Outro Lado do Paraíso (2017), sua participação foi fundamental como Beatriz, que ficou amiga de Clara (Bianca Bin) no hospício. 


Não perde a majestade

a dona do pedaço, Linda ( Rosamaria Murtinho )
Linda é cruel, ferina nas palavrasFoto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Depois de interpretar a justa rainha Crisélia em Deus Salve o Rei (2018), Rosamaria Murtinho, 83 anos, encara uma personagem pouco simpática na novela das nove. Em A Dona do Pedaço, a mãe de Beatriz (Natalia do Vale), Linda, carrega pesado na hipocrisia, mas se diz prática e preocupada com a família.

Para isso, vale aconselhar a filha a fechar os olhos para as traições do marido e lembrar a todo o momento que a neta Vivi (Paolla Oliveira) foi adotada, entre outros absurdos. Tudo sem perder a classe.


Amor e talento assanhados

a dona do pedaço, Marlene ( Suely Franco ) e Antero (Ary Fontoura ).
Marlene apareceu toda sensual no primeiro encontro com AnteroFoto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Anos depois de viverem um romance, eles se reencontraram e, aos poucos, estão redescobrindo a paixão. Não estamos falando de Amadeu (Marcos Palmeira) e Maria da Paz (Juliana Paes), mas, sim, de outro casal que está roubando a cena na trama de Walcyr Carrasco. Em A Dona do Pedaço, Antero (Ary Fontoura), sério e respeitador, é o contraponto da espevitada Marlene (Suely Franco). 

Justamente por serem tão diferentes, esse par deu liga! Afinal, quem disse que tem idade para amar e ser feliz?

Maduros

Com 79 anos e muita história para contar, Suely Franco tem nas mãos uma personagem à altura do seu talento. Seja na dobradinha vitoriosa com Ary,  seja nas brigas com a vizinhança ou como conselheira de Maria da Paz, ela está roubando todas as cenas! Ilumina a telinha a cada aparição no horário nobre, com um carisma que se mostra inigualável.

Com praticamente uma novela por ano, Ary Fontoura também exibe fôlego de galã iniciante. Aos 86 anos, vai de coronel a caipira ingênuo, de empresário a mordomo, sempre com a mesma desenvoltura. Não à toa, Walcyr entregou um tipo complexo e com segredos polêmicos ao veterano ator. Aguardem os próximos capítulos com Antero, que já se revelou tarado por vestidos!

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros