Selecionada no "The Voice", gaúcha também participou de filme sobre o Queen - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Na disputa31/07/2019 | 12h47Atualizada em 31/07/2019 | 12h47

Selecionada no "The Voice", gaúcha também participou de filme sobre o Queen

Paula Araújo gravou voz em coral criado para cena em que Rami Malek, no papel de Freddie Mercury, canta "Bohemian Rhapsody" com ajuda da plateia

Selecionada no "The Voice", gaúcha também participou de filme sobre o Queen Reprodução/Globo
A gaúcha Paula Araújo estreou no "The Voice" cantando "Bohemian Rhapsody", música do Queen, do qual é fã Foto: Reprodução / Globo
GaúchaZH
GaúchaZH

A estreia da nova edição do The Voice Brasil na noite de terça-feira (30) marcou duplamente a gaúcha Paula Araújo: o dia em que completou 23 anos também foi o dia em que apareceu na televisão cantando Bohemian Rhapsody, um dos maiores sucessos da banda Queen.

Paula foi escolhida para o time de Lulu Santos e está garantida nas próximas disputas do reality musical. Natural de São José do Ouro, no noroeste do Rio Grande do Sul, ela mora com a família em Passo Fundo. Começou a cantar quando era pequena, sempre incentivada pelos pais.

Leia mais
"The Voice Brasil": estreia tem gaúcha cantando Queen e o ex-técnico Daniel como "candidato" 

— Com três anos a Paula já cantava. A gente sempre investiu nela, sempre acreditou — reforça o pai, Paulo Fernando Mendes de Araújo. 

Foram os sons de Paulo Fernando no acordeom que puxaram a menina para a música nativista nos anos iniciais. Mais tarde, bandas que o pai ouvia em casa, como Beatles, Creedence e o próprio Queen, ganharam a preferência dela. Aos 14 anos, cantava clássicos do pop rock em barzinhos de Passo Fundo. Hoje, é professora de canto em uma escola de música da cidade e vocalista da banda Aria. 

A admiração por Freddie Mercury lhe rendeu uma oportunidade. Quando a cinebiografia do Queen era finalizada, o estúdio americano 20th Century Fox lançou uma promoção permitindo aos fãs que participassem de uma cena. Bastava mandar um arquivo cantando trechos de Bohemian Rhapsody. Se selecionada, a voz poderia ser incluída no coro que o ator Rami Malek puxa ao reencenar o show Live Aid, de 1985, momento marcante no filme. 

Paula recebeu e-mail do estúdio que produziu filme do Queen informando que sua voz havia sido incluída em uma cena da cinebiografiaFoto: Reprodução / Instagram

Em outubro do ano passado, Paula recebeu um
e-mail da 20th Century Fox informando que sua voz, junto de outras vozes, havia sido mixada à cena do público.

— Foi surreal! Queen é uma das minhas bandas favoritas, e ter sido selecionada entre tantas vozes do mundo inteiro é muito gratificante. Foi uma emoção muito grande saber que minha voz estaria no filme como a plateia do Freddie — disse.

Sobre o desafio de participar do reality da Globo, afirmou que sentiu-se grata por ter cantado pela primeira vez na televisão, independentemente do resultado. Quando Lulu Santos virou a cadeira e a escolheu, foi como um prêmio:

— Lulu Santos é o técnico dos meus sonhos, e hoje isso é real. Admiro muito ele como profissional e, principalmente, como pessoa. Fazer parte do time dele é uma responsabilidade enorme! 

Agora, ela aguarda para gravar as próximas batalhas. O The Voice Brasil continua na próxima quinta-feira (1º), logo depois de A Dona do Pedaço, na RBS TV.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros