Carolina Dieckmann revela como foi conversa com o filho sobre fotos íntimas vazadas - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Assunto delicado21/08/2019 | 17h46

Carolina Dieckmann revela como foi conversa com o filho sobre fotos íntimas vazadas

No programa "Conversa com Bial", atriz se emocionou ao lembrar da época em que foi vítima de crime virtual

Carolina Dieckmann revela como foi conversa com o filho sobre fotos íntimas vazadas Reprodução / Instagram/Instagram
Na época do vazamento das fotos, Davi tinha 14 anos e José, 5 Foto: Reprodução / Instagram / Instagram

Carolina Dieckmann se emocionou ao lembrar o vazamento de suas fotos íntimas em 2012, depois que hackers invadiram seu computador e jogaram na rede dezenas de imagens. No Programa do Bial, da Rede Globo, exibido na terça-feira (20), a atriz falou sobre o assunto e contou como foi conversar com o filho José, que tinha 13 anos, a respeito do episódio:

– Ele disse: 'Mamãe, seu trabalho não é tirar foto?'. E eu falei: 'É, filho, mas essa foto a mamãe não tirou para o trabalho, as pessoas roubaram'. Ele não entendeu na época, não tem como entender – disse Carolina.

O caso dela foi o primeiro desse tipo a ganhar manchetes nos noticiários nacionais. 

– Às vezes você quer abordar um assunto com a criança que ela não está preparada, não começou a pensar naquilo ainda. Então tem que deixar o diálogo livre, o fluxo aberto para, qualquer dúvida, não ter constrangimento e nem problema – completou.

A repercussão foi tanta que o caso de Carolina tornou-se ainda mais conhecido com a Lei 12.737/2012, aprovada no mesmo ano, e que leva o seu nome. A norma torna crime a invasão de computadores e aparelhos eletrônicos para obtenção de dados particulares. A punição para os infratores é multa mais detenção de seis meses a dois anos. 

Mesmo assim, a atriz não foi beneficiada pela lei. Isso porque o caso dela aconteceu em maio de 2012, e a lei entrou em vigor em novembro. 

– Quando o meu caso foi julgado, o juiz abriu dizendo: 'Carolina, você tem uma lei e sabe que não vai poder usar, né? O crime aconteceu antes'. E eu falei que tudo bem –, contou, emocionada. 




 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros