Ménage: o que você precisa saber antes de fazer - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Falando de Sexo13/08/2019 | 16h17Atualizada em 13/08/2019 | 16h17

Ménage: o que você precisa saber antes de fazer

O primeiro passo é conversar abertamente com sua parceira

Andrea Alves e Lucia Pesca

Muitas vezes, fantasio sobre convidar uma terceira pessoa para a transa. Eu gostaria de experimentar sexo a três, mas não sei, exatamente, como iniciar uma conversa sobre o assunto. Também queria saber como funciona um ménage à trois.

falando de sexo, novo card.
Foto: Reprodução / Reprodução

A primeira coisa que você deve fazer para tentar realizar o ménage é conversar abertamente com a parceira. A partir daí, é importante definir as regras para consumar o ato. A primeira é como será feita a escolha da terceira pessoa. Não existe uma regra única ou opção certa ou errada. 

Às vezes, o terceiro elemento pode aparecer de forma natural em um encontro em que os parceiros estejam juntos e, no meio de uma conversa, acabam propondo o ménage. Também podem selecionar interessados em sexo a três em sites ou aplicativos de encontros. Outro detalhe: devem avaliar se preferem que seja com um amigo ou com um desconhecido. 

Leia outras colunas

Prós e contras

Uma pessoa conhecida pode compartilhar intimidades com vocês, resultando em uma transa mais prazerosa. Porém, pode afetar a amizade. 

Já um estranho poderia facilitar o processo e minimizar possíveis constrangimentos, uma vez que não teriam que manter relação ou prestar satisfações depois do sexo. Ou seja: tudo deve ser avaliado pelo casal!

Ménage com um homem e duas mulheres costuma ser mais comum. Isso ocorre por questões sociais e porque as mulheres têm maior facilidade de interação física com o mesmo sexo. Os homens, geralmente, vivem à sombra de inseguranças e medos, embora a transa a três não seja capaz de definir orientações sexuais. 

Outro receio comum da prática é alguém se sentir excluído no meio da transa. O importante para evitar frustrações é tentar manter o equilíbrio na troca de carícias. A comunicação deve fluir antes, durante e depois do sexo a três, pois fortalece a confiança dos parceiros e evita consequências negativas depois da noite de prazer.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros