Dois troféus, choro e beijo na namorada: vaiada, Ludmilla rouba a cena no Prêmio Multishow - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Favela chegou!30/10/2019 | 10h18Atualizada em 30/10/2019 | 10h18

Dois troféus, choro e beijo na namorada: vaiada, Ludmilla rouba a cena no Prêmio Multishow

Cantora e Anitta, que também estava apresentando a premiação, protagonizaram climão por conta do hit "Onda Diferente"

Dois troféus, choro e beijo na namorada: vaiada, Ludmilla rouba a cena no Prêmio Multishow Ana Paula Bazolli/Gshow
Ludmilla chorou ao receber o prêmio de Cantora do Ano Foto: Ana Paula Bazolli / Gshow
GaúchaZH
GaúchaZH

A noite de terça-feira (29) foi dedicada à música brasileira com a realização da 26ª edição do Prêmio Multishow. Com apresentação de Anitta e Paulo Gustavo, a cerimônia teve de tudo: alfinetadas, aplausos, vaias, choro e a consagração de Ludmilla como Cantora do Ano. 

O primeiro climão do prêmio foi quando Onda Diferente, de Anitta, Ludmilla e Snoop Dogg, e participação de Papatinho, ganhou na categoria de Música Chiclete do Ano. O episódio reacendeu a rixa entre Anitta e Ludmilla, que tiveram desentendimentos em relação aos créditos de composição do hit. 

Apenas Ludmilla e Papatinho foram buscar o prêmio. Anitta, que tinha acabado de se apresentar, não apareceu no palco. Parte da plateia acabou vaiando Ludmilla, mas gritos de "Anitta vacilona" também foram ouvidos. Paulo Gustavo acabou contornando o clima pesado no palco ao elogiar a funkeira.

— Eu sou seu fã. Você nasceu aqui como mulher, negra, gay e da periferia, em um país extremamente racista e homofóbico. Chegar onde você chegou não é pra qualquer um — disse o apresentador.

Logo em seguida, Ludmilla subiu no palco novamente para buscar o troféu de Cantora do Ano, uma das principais categorias do Prêmio Multishow, vencendo Ivete Sangalo, Iza, Marília Mendonça e também Anitta. No discurso, a cantora chorou e comentou sobre as vaias:

— As vaias que eu recebi aqui me fazem pensar a pessoa que eu quero ser — disse Lud.

Ludmilla fechou sua noite de glória com uma apresentação reunindo seus principais sucessos e com direito a um beijo na namorada, a dançarina Brunna Gonçalves.

Tretas à parte, tanto Ludmilla como Anitta acabaram empatadas na premiação, com dois canecos cada uma.

Canção do Ano

Hoje Eu Vou Parar na Gaiola, música de MC Livinho e DJ Rennan da Penha, ganhou na categoria de Canção do Ano, escolhida por um júri selecionado pelo canal. O empresário e a esposa de Rennan subiram ao palco para receber o prêmio. O DJ está preso, suspeito de associação ao tráfico de drogas.

— DJ não é bandido! Liberdade para Rennan da Penha! — gritaram a esposa e o empresário no palco.

Apresentações especiais

Grávida, Marília Mendonça protagonizou uma das principais apresentações do Prêmio Multishow, ao cantar, com voz e violão, a Música do Léo, canção em homenagem ao seu primeiro filho que a cantora finalizou no dia do evento. A sertaneja também cantou, junto com Anitta, a canção Some que Ele Vem Atrás, primeira parceria entre as duas artistas.

Beth Carvalho, que morreu em abril, foi lembrada em um momento especial da cerimônia. Diogo Nogueira, Zeca Pagodinho, Jorge Aragão, a filha da sambista, Luana Carvalho, entre outros nomes, subiram ao palco para cantar algumas de suas músicas mais famosas, como Andança, Camarão que Dorme a Onda Leva e Coisinha do Pai.

Confira os vencedores do Prêmio Multishow 2019:

Cantor do ano: Dilsinho

Cantora do ano: Ludmilla

Música do ano: Atrasadinha (Felipe Araújo com participação de Ferrugem)

Música Chiclete do ano: Onda Diferente (Anitta, Ludmilla e Snoop Dogg, com participação de Papatinho)

Show do ano: Marília Mendonça

Grupo do ano: Atitude 67

Dupla do ano: Zé Neto e Cristiano 

Fiat Argo Experimente: Lagum

Clipe TVZ do ano: Terremoto (Anitta & Kevinho)

Categorias Superjúri

Canção do ano: Hoje Eu Vou Parar na Gaiola (MC Livinho part. DJ Rennan da Penha)

Disco do ano: Abaixo de Zero: Hello Hell (Black Alien)

Revelação do ano: Duda Beat

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros