Valentina Vieira celebra parceria com Antonio Fagundes em "Bom Sucesso": "A arte me deu um terceiro avô" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Fofura e talento12/10/2019 | 12h00Atualizada em 12/10/2019 | 12h00

Valentina Vieira celebra parceria com Antonio Fagundes em "Bom Sucesso": "A arte me deu um terceiro avô"

Intérprete de Sofia na trama das 19h, a atriz tem motivos de sobra para comemorar este Dia das Crianças

Valentina Vieira celebra parceria com Antonio Fagundes em "Bom Sucesso": "A arte me deu um terceiro avô" João Cotta/TV Globo/Divulgação
Sintonia com o vovô da ficção Foto: João Cotta / TV Globo/Divulgação

Em Bom Sucesso, Alberto Prado Monteiro nunca foi um homem de sentimentalismos. Voltado para o trabalho na editora e para os livros, acabou sendo negligente na criação dos filhos, Marcos (Romulo Estrela) e Nana (Fabiula Nascimento). Agora, com pouco tempo de vida pela frente, o patriarca resolveu dar valor a cada momento, em especial à neta, Sofia. E são as cenas entre Antonio Fagundes e Valentina Vieira os momentos mais emocionantes e filosóficos da trama. Com sabedoria de gente grande, a menina amolece o coração do avô ranzinza. Ele, por sua vez, compartilha com a pequena o seu maior tesouro: o amor pela leitura. 

Com 10 anos, Valentina não se intimida na presença de Fagundes. Pelo contrário: a troca e a cumplicidade entre os dois ficam evidentes em cena. Em entrevista, ela conta como foi o friozinho na barriga da estreia, o que sente ao contracenar com seus ídolos e, é claro, dá dicas sobre o que gostaria de ganhar nesse Dia das Crianças. Liguem o fofurômetro!

Como surgiu a oportunidade de fazer a novela das sete? Você fez teste, como foi?

Há dois anos, a minha família me trazia ao Rio de Janeiro para eu estudar teatro e TV durante as férias. Nestas últimas (férias), quando tínhamos recém voltado para casa (São Joaquim, em Santa Catarina), recebemos a notícia da minha agência, de que eu havia sido selecionada para um teste na Globo, e que era naquela semana! Foi uma surpresa cheia de bagunça, ansiedade, alegria. Conseguimos o voo mais próximo rumo ao Rio e aceitamos o desafio pela experiência, pois era o meu primeiro teste! No dia, eu estava nervosa, com medo de "fazer feio"... Mas lá dentro, no estúdio, tinha uma força (Deus) me dizendo que "se for pra ser, será e nada vai impedir!". E é no que eu acredito: que nada é por acaso! Depois do teste, eu estava confiante. Não de que iria passar, mas de que tinha dado o meu melhor. E Deus disse que seria! A Sofia foi feita para mim, e a Valentina foi feita para ela!

Como está sendo para você contracenar com atores consagrados logo na sua primeira novela?

Está sendo incrível! Uma baita experiência! Um dia, você está vendo essas feras na TV, e, no outro, está do lado deles, fazendo uma das coisas que você mais gosta: atuar! Que honra! Eles são fantásticos. É tudo muito mágico para mim! É uma experiência que vou levar para o resto da minha vida.

Em Bom Sucesso, Sofia tem uma relação de muita cumplicidade com o avô, Alberto. Como é a sua relação com o Fagundes? O que você sente ao contracenar com um ator do porte dele?

Ele é um ser humano tão inteligente, simpático, educado, fofo! Não tem como não gostar dele! A arte me deu um terceiro avô. Ele me dá várias dicas. É uma grande honra e muita alegria poder estar com um ator e uma pessoa maravilhosa como ele. Eu quero ser como ele quando eu crescer!

bom sucesso,  Sofia ( Valentina Vieira )
Valentina também ama ler, assim como sua personagemFoto: João Cotta / TV Globo/Divulgação

Assim como a Sofia na novela, você também gosta de ler? Quais são seus livros favoritos?

Sim, amo ler! Nem sei escolher qual é meu favorito, são mundos diferentes! Vou dizer livros bem divergentes, mas que gosto de todos: Pollyanna e Pollyanna Moça, Diário de uma Garota Nada Popular, Manual para Sonhar e A Bela e a Fera. O próximo livro será Vinte Mil Léguas Submarinas. E, quando eu tiver mais idade, quero ler O Diário de Anne Frank.

O que você mais gosta de fazer quando não está gravando a trama?

Ver TV, brincar com o meu irmão, cozinhar, desenhar, ler, mexer no celular e fazer ou mexer em slimes (geleca de cola, água boricada e até creme de barbear).

O que quer de presente neste Dia das Crianças?

Fazer um piquenique com a família. E, se o dia estiver ensolarado, ir na piscina depois do piquenique! De brinquedo, quero ingredientes para slime. E o último e mais importante: amor, alegria e paz. Lembrando que o motivo do Dia das Crianças é comemorar a alegria e a bênção que é essa fase da vida. Mas claro que é bom um presentinho, né?

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros