Confira os jovens atores e atrizes que brilham nas novelas atuais - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Noveleiros02/11/2019 | 12h00Atualizada em 02/11/2019 | 12h00

Confira os jovens atores e atrizes que brilham nas novelas atuais

No meio de veteranos da TV, eles têm se destacado e já são reconhecidos pelo público

Confira os jovens atores e atrizes que brilham nas novelas atuais Reginaldo Teixeira/TV Globo/Divulgação
Foto: Reginaldo Teixeira / TV Globo/Divulgação

Atores e atrizes consagrados povoam a telinha com uma avalanche de talento. Entre tantos rostos conhecidos, não é raro que caras novas sobressaiam e roubem a cena.

São jovens que mal estrearam na carreira artística e já ganham destaque, marcam seus nomes na "calçada da fama" e mostram que têm tudo para, daqui a alguns anos, servirem de referência para futuros talentos.

Confira alguns novatos com pinta de veteranos, que se destacam em Malhação: Toda Forma de Amar, Éramos Seis e Bom Sucesso. Eles contam como tem sido a recepção do público, a responsabilidade de contracenar com seus ídolos e compartilham a alegria de estarem brilhando nas principais tramas da Globo.

Pelas próprias pernas

Com fôlego de estreante e o talento correndo nas veias, Pedro Novaes, 23 anos, cresceu vendo a rotina de gravações de seus pais, Leticia Spiller, 46, e Marcello Novaes, 57.

Letícia Spiller, Marcelo Novaes e o filho Pedro Novaes
Talento no DNA: o guri é filho de Marcello Novaes e Leticia SpillerFoto: Instagram / Reprodução

O "bichinho" da atuação só foi picá-lo há três anos, quando fez sua primeira participação na telinha. Em Sol Nascente, ele interpretou Vittorio, personagem de seu pai, em flashbacks. 

O voo solo veio em Malhação: Toda Forma de Amar, como o mocinho da história, Filipe. Para o ator, é importante mostrar que não tem privilégios por conta do legado familiar. Ao expor seu talento, ele tem conseguido se desvincular do rótulo de "filho de famosos":

— Eu quero sempre trilhar meu caminho pelos meus próprios pés, fazer minhas escolhas. Se eu errar, cair, levantar, é por mim. Claro que meus pais são meus pilares, mas eu quero fazer a minha parte. Eu me sinto um ator como outro qualquer, que está fazendo seu trabalho, sou uma pecinha que ajuda a formar esse trabalho lindo. 

Aprendizado

Pedro destaca a importância de Malhação, que há mais de 20 anos é porta de entrada para os novos talentos:

— Fico muito grato e feliz de estar participando desse aprendizado, porque Malhação é uma escola: ali é o lugar pra você testar suas habilidades e aprender a técnica (de atuação), como se posicionar (em cena)

A oportunidade de contracenar com atores experientes como Paloma Duarte (que vive Lígia, sua mãe na novelinha), é um verdadeiro presente, conta Pedro:

— Eles (os atores mais velhos) abraçaram a gente, foi incrível. Quero aprender tudo o que eu conseguir enquanto eu estiver nesse processo.


Um anjo de guria

Anjinha ( Caroline Dallarosa )
Carol se cobra bastanteFoto: Victor Pollak / TV Globo/Divulgação

Caroline Dallarosa, 21 anos, se destaca desde as primeiras cenas como Anjinha, na atual temporada de Malhação

A personagem é empoderada, ama esportes e tenta se livrar da marcação cerrada do pai, Marco Rodrigo (Julio Machado). Em seu primeiro papel na TV, Carol tem noção da responsabilidade, mas confessa que ainda fica nervosa por estar nos holofotes:

— Dá muito friozinho na barriga, porque a gente tem muita exposição e, por ser o primeiro trabalho, eu quero dar o meu melhor. Então, acabo me cobrando muito.

No núcleo que tem, além de Julio Machado, a experiente Mariana Santos, que vive a Carla na trama, a jovem se considera privilegiada.

— É uma honra poder estar em Malhação, ainda mais com este elenco mais experiente que a gente tem! São grandes nomes e pessoas que admiro e me espelho muito. No começo, eu ficava muito nervosa porque tinha medo de não conseguir acompanhá-los, mas percebi que é uma troca e que o elenco todo se ajuda — afirma a atriz.


Rebelde e sofredora

éramos seis, Inês ( Gabriella Saraivah )
Atriz se despede da novela neste sábadoFoto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação

Gabriella Saraivah acaba de completar 15 anos, mas parece uma atriz experiente e madura em cena. As sequências fortes de sua personagem, Inês, em Éramos Seis, não intimidaram a adolescente, que contracenou de igual para igual com Cássio Gabus Mendes (Afonso) e Barbara Reis (Shirley), em seu primeiro trabalho de destaque na Globo.

— Foi ótimo poder trabalhar com eles e aprender com pessoas de tanto talento e com enorme experiência — comemora a menina, que encerra sua participação na trama neste sábado.

Bronca nas ruas

A rebeldia de Inês, que desde o início da trama bateu de frente com a mãe e chegou a fugir de casa para namorar Carlos (Xande Valois) chamou a atenção do público.

— Minha personagem é danadinha e também sofre bastante. Os comentários são do tipo "não pula mais a janela", "não briga mais com a sua mãe" — diverte-se a intérprete.


"Responsa" na telinha

éramos seis, Alfredo, ( Pedro Sol )
Pedro aprontou muito na pele de AlfredoFoto: Raquel Cunha / TV Globo/Divulgação

Alfredo, o mais problemático dos filhos de Lola (Gloria Pires) e Julio (Antonio Calloni), em Éramos Seis, se destacou na primeira fase da trama, que termina neste sábado. 

Aos 15 anos, em sua estreia na TV, Pedro Sol teve cenas difíceis, como a surra de cinto que seu personagem levou do pai. Em meio a um núcleo de "feras", o jovem destaca a cumplicidade com o trio que o recebeu com muito carinho:

— A recepção foi incrível! O Antonio me aceitou de braços abertos, assim como a Susana (Vieira, intérprete de tia Emília) e a Gloria, que me ajudaram bastante nas cenas. É uma "responsa" estar começando e já estar em cena com três ícones da teledramaturgia.

Apesar de tudo o que seu personagem aprontou, Pedro defende Alfredo.

— Eu gosto que o público entenda suas emoções internas e receba o melhor do personagem. O Alfredo foi aceito por ser bem humano e ter sentimentos extremos. E quando ele ficou triste, chorou, comoveu a todos. Foi bem bonito mostrar essa fragilidade dele — explica o ator.


"Deus faz tudo na hora certa"

bom sucesso, Willian ( Diego Montez )
Foto: João Cotta / TV Globo/Divulgação

Aos 27 anos, Diego Montez trilhou um longo caminho até estrear na telinha da Globo. Foram 12 testes, mas ele garante que tudo valeu a pena:

— Hoje vejo que Bom Sucesso estava reservada pra mim. 

Seu personagem, Willian, foi conquistando espaço ao longo da trama das sete, até que ganhou um par romântico, vivido por um de seus ídolos da adolescência:

— Quando descobri que o Rafael (Infante) seria meu par romântico fingi tranquilidade até encontrá-lo. Quando gravamos pela primeira vez eu disse: "Cara, já fui expulso de sala de aula de tanto assistir aos seus vídeos!" 

O ator destaca ainda a parceria com a gaúcha Sheron Menezzes, a Gisele da trama. 

— Que mulher generosa, parceira e boa. Eu, às vezes, fico assistindo ela e o (Armando) Babaioff (intérprete do vilão Diogo) em cena e penso: "Meu Deus, eu não sei nada" — conta, aos risos, o ator que é filho da atriz Sonia Lima, 59, e do apresentador Wagner Montes (1954 – 2019).


Um grande desafio

bom sucesso, Waguinho ( Lucas Leto )
Foto: João Cotta / TV Globo/Divulgação

Lucas Leto, 20 anos, chamou a atenção como o problemático Waguinho. Em Bom Sucesso, seu personagem é dependente químico, se envolveu com uma turma barra-pesada e participou do sequestro da família de Paloma (Grazi Massafera).

Tantas nuances, para um ator novato, são um grande desafio.

— Me sinto tão abençoado por já estrear em um grande sucesso. Grato também pelo meu personagem. São tantas questões, e eu amo explorar tudo que eu posso como ator. O Waguinho me ensina muito — detalha Lucas. 

O artista conta que, nas ruas, o público mostra emoções distintas quanto ao seu personagem. 

— As pessoas falam muito do fato de odiarem o meu personagem no início da novela e, agora, estarem torcendo por ele. 

Há quase quatro meses no ar, Lucas garante viver um sonho:

— Demorei para acreditar que eu estou  em um mesmo trabalho que Antônio Fagundes (intérprete de Alberto).


Rodeada de ídolos

bom sucesso, Alice (Bruna Inocencio)
Alice ganhou a torcida do públicoFoto: Victor Pollak / TV Globo/Divulgação

Outro destaque do núcleo jovem de Bom Sucesso, Bruna Inocencio vive Alice, a filha mais velha de Paloma. 

A menina circula por todos os núcleos da trama, o que proporciona a Bruna o encontro com grandes ídolos, como Antonio Fagundes e Fabiula Nascimento, a Nana na novela.

— Me sinto extremamente feliz e grata. Com certeza dá frio na barriga, mas estou cercada de atores incríveis que me acolherem super bem. A sensação é de aprendizado. Cada dia que passa, eu aprendo mais com eles — celebra a menina.

Aos 24 anos, ela faz sua estreia na TV com uma personagem difícil, que se destaca desde o início da trama em abordagens fortes, como gravidez na adolescência, assédio e preconceito. Por tudo isso, Alice é tão humana e toca o coração do público.

— A repercussão está sendo ótima, as pessoas estão se identificando com a Alice — ressalta a jovem atriz.


Rainha das redes sociais

 Gabriela (Giovanna Coimbra)
Foto: Victor Pollak / TV Globo/Divulgação

Marrenta, teimosa e de gênio forte, Gabriela é a filha do meio de Paloma, e também a que mais dá dor de cabeça para a família. A repercussão da personagem surpreende até sua intérprete, Giovanna Coimbra, 20 anos: 

— De vez em sempre (risos) a Gabi tem aparecido nos trending topics do Twitter (assuntos mais comentados da rede social). A personagem tem sido muito comentada, e as pessoas elogiam o meu trabalho! O carinho nas ruas também é muito fofo — derrete-se a atriz.

Giovanna destaca a alegria em poder conviver diariamente com seus ídolos da infância:

— É um deleite contracenar com gente que eu admiro o trabalho desde criança e que eu só assistia na TV, como o (Antonio) Fagundes!

Sucesso de público e crítica, a novela das 19h é quase unanimidade, o que aumenta ainda mais a responsabilidade dos novatos. Mas a jovem explica que a alegria de atuar supera até o nervosismo:

— Sinto um estímulo para continuar na busca de melhorar o trabalho.


Representatividade 

malhação toda forma de amar,  Jaqueline (Gabz)
Gabz defende questões importantes como JaquelineFoto: Paulo Belote / TV Globo/Divulgação

A atriz e rapper Gabz, 20 anos, a Jaqueline de Malhação: Toda Forma de Amar, exalta sua primeira personagem na TV: 

— É um papel que muda estruturas, ela defende muita coisa dentro dela, não só o discurso, mas do que ela é: uma menina negra e de periferia. Saber que eu tô tão perto da realidade de certas pessoas é uma grande responsabilidade.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros