Conheça os rappers que gravaram o primeiro clipe dentro da Vila Respeito - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Estrelas da Periferia05/11/2019 | 07h00Atualizada em 05/11/2019 | 07h00

Conheça os rappers que gravaram o primeiro clipe dentro da Vila Respeito

 Primeira música do grupo BAD FOR KIDZ teve clipe gravado e produzido dentro da comunidade 

Com integrantes do bairro Sarandi, em Porto Alegre e de Viamão e Canoas, o grupo BAD FOR KIDZ  foi criado, em julho deste ano, a partir da percepção dos integrantes do quanto é difícil fazer sucesso em carreira solo no gênero.

 PORTO ALEGRE,RS,BRASIL.2019,11,02.Estrelas da Periferia,Grupo de Rap Ban For Kindz.(RONALDO BERNADI/AGENCIA RBS).
Grupo gravou suas músicas em estúdio na Vila Respeito, no bairro SarandiFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

— Todos os integrantes já trabalhavam com o rap, há mais ou menos sete anos. Nesse tempo todo, sentimos na pele a dificuldade que é ser independente nosso mercado. Então, pensamos em juntar a experiência dos quatro integrantes, que trabalhavam na gravadora GuetoAnonimato Records (que Jay fundou com um sócio, em 2014, e que já trabalhou com mais de 300 artistas do Rio Grande do Sul) e que tinham experiências anteriores no rap — explica o, de acordo com o MC e líder do grupo, Jay-Gueto, para completar:

— Temos como objetivo conectar o máximo de pessoas que já acompanhavam nossas carreiras solo. 

Para compensar o pouco tempo de banda, os músicos colocaram em campo toda a experiência adquirida nos anos que trabalharam na produtora e, em pouco tempo, já lançaram duas faixas, com clipe: Novos Tempos e Real Marginal. 

— O clipe de Real Marginal foi gravado na comunidade onde eu moro, a Vila Respeito, no Sarandi. Foi o primeiro clipe gravado e produzido dentro da comunidade, pois nosso estúdio fica aqui — comemora Jay. 

Em dezembro, a BAD FOR KIDZ tem show marcado em um festival de rap que acontecerá no bairro Guajuviras, em Canoas. Na apresentação, eles pretendem mostrar um pouco do estilo do grupo, que pretende se diferenciar no mercado.

— A gente flerta muito com timbres modernos, mas mantendo a essência do rap do começo dos anos 2000 que era lírica. A gente vem buscando se destacar pela sonoridade diferente que apresentamos, pois o que viemos pensando e estruturando é diferente do convencional apresentado no mercado — finaliza Jay.

De acordo com o músico, a banda deve lançar seu primeiro disco no primeiro semestre de 2020. Ainda integram o BAD FOR KIDZ Baltazar MC, Dos Santos e Weedope. 

Pitaco:

Pingo, do Zueira, fala sobre o som da Bad For Kidz:

— Que surpresa boa. A rapaziada está mandando muito bem. Além de ter um som muito legal, é nítida a preocupação com a postura e com a parte gráfica. Com certeza, estão no caminho certo, pela seriedade e dedicação com trabalho.

— Para falar com o grupo, ligue para 98583-0209. 

— Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas e vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros