Juliano Cazarré sobre masculinidade: "Faz do mundo um lugar mais seguro" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Causou polêmica05/11/2019 | 09h05

Juliano Cazarré sobre masculinidade: "Faz do mundo um lugar mais seguro"

Ator brasileiro dividiu opiniões na internet ao dizer que mães solteiras dificilmente saberão transmitir os valores da figura paterna

Juliano Cazarré sobre masculinidade: "Faz do mundo um lugar mais seguro" Reprodução / Instagram/Instagram
Juliano mostrou em seu perfil a tatuagem de gorila que tem nas costelas Foto: Reprodução / Instagram / Instagram

O ator gaúcho Juliano Cazarré  postou, neste sábado (02), um vídeo em seu perfil oficial do Instagram em que um gorila protege a passagem de sua família por uma estrada. Na legenda da postagem, Juliano escreveu:

"A masculinidade é uma construção social... Só que não! PROVER E PROTEGER: a masculinidade faz do mundo um lugar mais seguro. PS1: Quem tem um pai legal sabe.
PS2: Esse gorila é mais cavalheiro do que muito homem por aí... dorme com esse barulho".

Alguns seguidores discordaram da visão do global, e surgiram críticas nos comentários do vídeo.

"Se depender dos homens o mundo cai", retrucou uma seguidora, para a qual Juliano respondeu: "O lixeiro já passou na sua rua hoje? Era um homem ou uma mulher pendurado no caminhão?".

Outra usuária acrescentou: "55% dos lares brasileiros são compostos por mães e filhos. Pesquisa, tá?". Juliano rebateu: "Isso sem contar o fato de que é muito prejudicial para os meninos crescerem sem uma figura masculina. Mães solteiras são heroínas, mas dificilmente saberão transmitir os valores da masculinidade".

Uma terceira comentou: "Prover e proteger é natural! Por isso não temos nenhuma criança sem pai nesse mundo, né?! Só que não!". Juliano respondeu: "É natural. Mas a sociedade vem deturpando os valores, atacando a família e a masculinidade há tempos. O resultado é esse monte de homem bosta que você se refere".

Nesta segunda-feira (04), em resposta a repercussão do debate, Juliano fez outra publicação, explicando melhor o seu pensamento. Na foto da postagem, é visível sua tatuagem de gorila na costela. Como legenda, escreveu:

"Fiz um post de um gorila protegendo sua família e me chamaram de machista, fascista e taxidermista. Uma turma começou a me atacar e o bagulho foi parar na internet e no Twitter. Ouvi dizer que até o Fefito falou mal de mim no Morning Show. (Depois fui ver o vídeo e tudo que ele fala sobre o grande número de mães que criam filhos sozinhas apenas corrobora o que eu disse. Tá faltando homem e sobrando moleque). Imediatamente apareceram milhares de pessoas com bom senso mandando comentários de apoio. Meu número de seguidores aumentou. Isso só prova que muitas pessoas concordam e estão ansiosas em ouvir o óbvio. HOMENS: CUIDEM DE SUAS FAMÍLIAS. SEJAM PAIS LEGAIS E PRESENTES. Obrigado, gorila. Grande dia".

Ver essa foto no Instagram

Fiz um post de um gorila protegendo sua família e me chamaram de machista, fascista e taxidermista. Uma turma começou a me atacar e o bagulho foi parar na internet e no Twitter. Ouvi dizer que até o Fefito falou mal de mim no Morning Show. (Depois fui ver o vídeo e tudo que ele fala sobre o grande número de mães que criam filhos sozinhas apenas corrobora o que eu disse. Tá faltando homem e sobrando moleque.) Imediatamente apareceram milhares de pessoas com bom senso mandando comentários de apoio. Meu número de seguidores aumentou. Isso só prova que muitas pessoas concordam e estão ansiosas em ouvir o óbvio. HOMENS: CUIDEM DE SUAS FAMÍLIAS. SEJAM PAIS LEGAIS E PRESENTES. Obrigado, gorila. Grande dia. ��

Uma publicação compartilhada por Juliano Cazarré (@cazarre) em


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros