Além de Alessandra Negrini: relembre famosos que já foram "cancelados" nas redes sociais - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Cultura do cancelamento18/02/2020 | 09h20

Além de Alessandra Negrini: relembre famosos que já foram "cancelados" nas redes sociais

Verbo tem sido usado em boicote a figuras públicas que tenham feito ou dito algo considerado ofensivo, preconceituoso ou polêmico

Além de Alessandra Negrini: relembre famosos que já foram "cancelados" nas redes sociais Divulgação / Sony Music/Sony Music
Nego do Borel e Anitta: os dois já foram "cancelados" Foto: Divulgação / Sony Music / Sony Music

Um novo significado para o verbo "cancelar" ganhou força nas redes sociais recentemente. "Cancelar alguém" agora é sinônimo de boicote e costuma ser aplicado a figuras públicas que tenham feito ou dito alguma coisa considerada ofensiva, preconceituosa ou polêmica. 

É um movimento que vem e vai. O famoso pode ser cancelado hoje e o caso ser esquecido em poucos dias.

 Foliões se divertem com o Bloco Acadêmicos do Baixo AugustaSÃO PAULO, SP, 16.02.2020: CARNAVAL-BLOCO-SP - Foliões se divertem com o Bloco Acadêmicos do Baixo Augusta, um dos maiores blocos carnavalescos de São Paulo, na rua da Consolação, em São Paulo (SP). Presença do seu destaque a atriz Alessandra Negrini. (Foto: Nelson Antoine/UOL/Folhapress)Local: Sao Paulo ;SP<!-- NICAID(14421305) -->
Alessandra Negrini vestida de índia no Carnaval: atriz foi acusada por alguns de apropriação culturalFoto: Nelson Antoine / Uol/Folhapress

Algumas celebridades entraram para a lista em 2019, quando a cultura do cancelamento se consolidou, principalmente no Brasil. Um novo ano chegou e o novo alvo é  Alessandra Negrini, que no domingo (16) usou um cocar em uma festa de Carnaval de rua e foi acusada de apropriação cultural. 

"Índio não é fantasia", afirmaram alguns nas redes sociais. 

— A luta indígena é de todos nós e por isso eu tive a ousadia de me vestir assim — disse a atriz, ao explicar o traje.

Abaixo, relembre famosos que se envolveram em situações controversas e acabaram "cancelados":

MC Gui
Funkeiro MC Gui foi alvo de críticas por publicar vídeo em que dá risada de uma menina na DisneyFoto: Reprodução / Instagram

MC Gui

Em 2019, o funkeiro MC Gui foi extremamente criticado após postar vídeos gravados em uma viagem à Disney em que ri de uma criança. Ele estava dentro de um trem que leva os visitantes aos parques temáticos e filmou uma menina sentada no fundo do vagão. "Mano, olha isso", dizia ele, focando no rosto da garota que desvia o olhar. "Parece filme de terror". Nas imagens, a menina está visivelmente incomodada. 

 Depois de apagar o vídeo das redes sociais, Gui se explicou. Ele afirmou que o assunto "repercutiu de uma forma injusta" e que, na verdade, achou curiosa a fantasia da menina, que estava vestida como a Boo da animação Monstros S. A

Acusado de bullying nas redes sociais, o funkeiro teve shows (literalmente) cancelados, publicou um vídeo com um pedido de desculpas e solicitou "um pouco mais de respeito". Disse que artistas e influenciadores que o criticaram poderiam tê-lo chamado em particular para conversar, em vez de "distribuir ódio pela internet". 

Carlinhos Maia<!-- NICAID(14097546) -->
Influenciador digital criticou adolescentes que pensam em cometer suicídioFoto: Reprodução / Instagram

Carlinhos Maia

Logo no início da campanha Setembro Amarelo, em 2019, Carlinhos Maia se envolveu em (mais) uma polêmica ao publicar um vídeo no stories de seu perfil no Instagram criticando adolescentes que pensam em cometer suicídio. 

– Eu vejo meninos de 16 anos me mandando "eu quero me matar". Vai, imbecil, vai se matar porque você nem começou a vida ainda – disse Maia, que tem mais de 16 milhões de seguidores na rede social.

 O comentário não pegou bem entre os internautas, que o chamaram de "irresponsável". Momentos depois, ele apagou o vídeo da rede social. Mesmo assim, por conta do episódio, seu nome chegou aos assuntos mais comentados no Twitter.

A cantora Anitta
Anitta soma algumas polêmicas e "cancelamentos", mas sua popularidade segue em altaFoto: Planeta Atlântida / Divulgação

Anitta

No início do ano passado, Anitta decidiu chamar Nego do Borel ao palco de uma apresentação do Bloco das Poderosas. A plateia o vaiou. Isso aconteceu porque ele já tinha sido cancelado, após ter feito comentários considerados transfóbicos para Luisa Marilac, que é transexual (entenda no tópico abaixo).

Anitta chegou a parar o show e tentou defendê-lo

– Eu jamais vou virar as costas para um amigo meu. O que posso fazer como amiga é instruir as pessoas das coisas que elas não sabem.

Anitta já foi cancelada por outras razões. Em julho, a estrela foi acusada de apropriação cultural por sua aparência no clipe Muito Calor, parceria com Ozuna, em que aparece com os cabelos cacheados, diferentes do liso usual, em uma favela do Rio de Janeiro. Nas redes sociais, usuários afirmaram que a Anitta teria "ficado negra de novo".

Desta vez, ela respondeu: "Quando eu era criança meu cabelo era mais enrolado que esse do vídeo. Eu que meti produto na adolescência e ele mudou pra sempre. Vocês nunca estão satisfeitos", disparou ela na época.

 A artista também já foi acusada de se valer do público LGBT+ sem efetivamente defender as bandeiras da causa. Mesmo assim, a popularidade da cantora não cai.

 XANGRILÁ, RS, BRASIL, 02-02-2018: Show de Nego do Borel, no Planeta Atlântida 2018 (FOTO FÉLIX ZUCCO/AGÊNCIA RBS, Editoria Segundo Caderno).
Resposta de Nego do Borel para a trans Luisa Marilac não pegou nada bemFoto: Félix Zucco / Agencia RBS

Nego do Borel

O cantor sentiu o impacto na carreira depois de fazer comentários considerados transfóbicos para a youtuber e influencer Luísa Marilac (conhecida pelo bordão "e teve boatos de que eu ainda estava na pior”).

Na ocasião, Luísa elogiou uma foto que o cantor postou no Instagram dizendo: “A cada dia que passa você está mais gato, homem”. Nego então respondeu.“Você é um homem gato também, parabéns. Deve estar cheio de gatas!”, disse ele para Luísa, que é transgênero.

A mensagem pegou muito mal e Luisa respondeu: “Onde você está vendo um homem aqui? De coração, gosto muito do seu trabalho, acho você um homem lindo. Seu comentário me deixou passada”, escreveu. 

Criticado por internautas, Nego fez uma mea culpa, pediu desculpas e se mostrou arrependido. Mesmo assim, perdeu parcerias e teve shows cancelados. Ludmilla e Luísa Sonza, por exemplo, desistiram de trabalhar com o cantor.

– Obviamente, eu não concordo com algumas atitudes que ele teve. Isso não ia de acordo com meus ideais e com as minhas ideias –  explicou a gaúcha em uma entrevista na época.

Silvio Santos
Apresentador Silvio Santos fez comentários considerados racistas no arFoto: Lourival Ribeiro / SBT,divulgação

Silvio Santos

Na noite em que a sul-africana Zozibini Tunzi ganhava o Miss Universo, Silvio Santos era acusado de racismo nas redes sociais após um episódio com uma participante negra em seu programa. O apresentador promoveu uma competição de calouros para eleger a melhor intérprete da música Caneta Azul.   

A candidata Jennyfer Oliver, a única negra, foi eleita por 84 participantes do auditório, mas o apresentador ignorou a escolha e decidiu dar o prêmio para a terceira colocada. 

 — Eu é que vou escolher agora quem vai ganhar mais quinhentos — explicou ele no ar. — Se eu estivesse na minha casa vendo o programa, depois que ouvi essa música Caneta Azul, na minha opinião, a melhor intérprete é a Juliani. Você ganhou! Você é muito bonita, canta bem e ganhou mais quinhentos — continuou. 

Jennyfer comentou o episódio depois que o programa foi ao ar:

 — Em nenhum momento eu postei nada falando que ele (Silvio) foi racista comigo ou algo do tipo. As pessoas sentiram e comentaram e postaram coisas. Em nenhum momento eu me fiz de vítima, mas fiquei muito constrangida com a situação — comentou ela em seu perfil na internet.  

O apresentador tem no currículo algumas polêmicas. Em 2018, ele se envolveu em uma com a cantora Claudia Leitte. Durante o programa Teleton, Silvio se negou a abraçar a cantora e alegou que iria ficar "excitado" caso se aproximasse dela.

 Dias após a polêmica, a própria Claudia se manifestou nas redes sociais:

"Quando passamos por episódios desse tipo, vemos em exemplificação o que acontece com muitas mulheres todos os dias, em muitos lugares. Isso é desenfreado, cruel, nos fere e nos dá medo", escreveu ela.

Raul Seixas<!-- NICAID(13867110) -->
Mesmo morto há 30 anos, Raul Seixas não foi poupado da cultura do cancelamento Foto: Divulgação / Curta

Raul Seixas

Para ser cancelado não precisa estar vivo. No fim de outubro, foi a vez do músico Raul Seixas. A mais recente biografia do cantor, escrita por Jotabê Medeiros e lançada em novembro, levanta suspeitas de que o baiano tenha delatado o amigo Paulo Coelho a agentes da ditadura militar.

Quando a história caiu no Twitter, o roqueiro não foi poupado. Em resposta a um internauta que sugeriu que iria "cancelar" Raul, o escritor escreveu: 

"Não faça isso. Eu vi os documentos que Jotabê me enviou, já tinha conversado com Raul a esse respeito (um dia que ele estava, digamos...) e águas passadas não movem moinhos", postou no Twitter. 

Raul e Paulo Coelho foram amigos próximos e parceiros na composição de canções de sucesso como Eu nasci há dez mil anos atrás, Gita e Sociedade Alternativa.  

 Canadian rapper Drake accepts the award for Best Rap Song for Gods Plan during the 61st Annual Grammy Awards on February 10, 2019, in Los Angeles. (Photo by Robyn Beck / AFP)Editoria: ACELocal: Los AngelesIndexador: ROBYN BECKSecao: musicFonte: AFPFotógrafo: STF
Drake trouxe marmitas ao Brasil não ter que comer comida brasileira – os fãs não perdoaramFoto: Robyn Beck / AFP

Drake

Os estrangeiros também são alvo da cultura do cancelamento. Drake foi cancelado por cancelar. O rapper estreou em 2019 em terras brasileiras, mas já chegou cancelando a turnê que faria no país e prometendo se apresentar apenas no Rock in Rio. No festival, o cantor impediu a transmissão do show pela TV. 

Ele ainda ignorou fãs no aeroporto internacional do Rio de Janeiro e trouxe marmitas para não ter que comer comida brasileira.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros