Michele Vaz Pradella: "Sucesso estrondoso de novo" - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Noveleiros29/02/2020 | 10h00Atualizada em 03/03/2020 | 08h51

Michele Vaz Pradella: "Sucesso estrondoso de novo"

A reprise de "Avenida Brasil" confirma as previsões de que o sucesso não saiu de moda

Michele Vaz Pradella: "Sucesso estrondoso de novo" Estevam Avellar/TV Globo/Divulgação
Foto: Estevam Avellar / TV Globo/Divulgação

"É tudo culpa da Rita". E da Carminha também, é claro. Não podemos esquecer do Tufão, Leleco, Adauto... Avenida Brasil confirmou as previsões e voltou a ser assunto nas rodas de conversa e nas redes sociais. Mesmo sabendo o que iria acontecer muita gente parou para ver de novo os memoráveis embates entre Carminha (Adriana Esteves) e Nina (Débora Falabella). 

Quase oito anos depois, a novela de João Emanuel Carneiro provou que não envelheceu. Continua atualíssima, divertida, eletrizante e com cenas que marcaram a história da teledramaturgia. Na semana em que foi ao ar a virada de jogo de Nina sobre a ex-madrasta, as redes sociais ficaram repletas de #OiOiOi, uma das hashtags usadas por quem comentou as cenas. 

Vale a pena

avenida brasil, Suelen ( Isis Valverde )
Foto: João Miguel Júnior / TV Globo/Divulgação

Rever Avenida Brasil também é uma boa pedida para quem gosta de comparar personagens anteriores de seus atores favoritos. Adriana Esteves, no ar como Thelma, em Amor de Mãe, não lembra em nada a vilã loura que a consagrou. Do mesmo modo, a sofrida Betina se distancia léguas da espevitada Suélen, a periguete do Divino que consagrou Isis Valverde. Avenida Brasil é entretenimento da melhor qualidade e uma aula para quem é fã do gênero. Vale muito a pena rever quantas vezes quisermos.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros