Com músicos experientes e parcerias de respeito: conheça o grupo D'Aldeia - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Estrelas da Periferia21/04/2020 | 07h00Atualizada em 21/04/2020 | 07h00

Com músicos experientes e parcerias de respeito: conheça o grupo D'Aldeia

Grupo de Cachoeirinha reúne integrantes experientes do meio e já gravou canções com nomes conhecidos dos bailes.

Formado por uma seleção de experientes músicos, o grupo D'Aldeia, que tem integrantes de Cachoeirinha, é mais um capítulo dentro da trajetória musical de seus integrantes, apaixonados por música campeira. Reginaldo Barros (guitarrista) e Márcio Barros (baixista) são irmãos e têm uma relação antiga com o universos dos bailes. Juntos, integraram algumas bandas do universo fandangueiro daqui, como o Campeiros & Apaixonados. Dali, pegaram a experiência para fundar o D'Aldeia, ao lado do gaiteiro Timothy Nery, em 2019. 

estrelas da periferia, grupo daldeia.
Grupo formado em 2019Foto: Arquivo Pessoal / Arquivo Pessoal

Logo em seguida, com a entrada do baterista Joélcio Langer,que teve passagens por grupos como Rodeio e a Bandavanera, e com a chegada de Vitor Ferreira (vocal), o D'Aldeia começou a se estruturar para pegar a estrada e entrar no concorrido mercado de bailes do Rio Grande do Sul. 

- Nossa ideia é fazer aquele baile com casa cheia, com um astral pra cima, trazendo sucessos mais recentes e resgatando o repertório que nós, dentro do grupo, definimos como o da "era de ouro da música fandangueira", entre 1994 e 2002. Um tempo em que a juventude tomou conta dos CTGs e clubes no sul do Brasil - explica Timothy. 

Conheça outras histórias de Estrelas da Periferia

Para ganhar destaque no mercado, o grupo decidiu padronizar o visual da banda nas apresentações. Em locais mais tradicionais, a vestimenta é bombacha, lenço e chapéu. Em outros bailes, uma bombacha que imita um jeans, para agradar a todos os públicos.

- Temos a intenção de atingir os públicos mais tradicionais e também locais mais ecléticos, sempre tocando a música fandangueira - afirma Timothy.

Outra estratégia do grupo é investir forte em canções inéditas. Até o momento, o D'Aldeia lançou três, com participações especiais de luxo: Por Sobre o Basto, com Jeferson Madruga, de Os Serranos e Cris Vargas, do Tchê Barbaridade, Minha Vida de Domador, com Paulo Fogaça, do Manotaço e Linda Gaúcha, com Lê Vargas, do Tchê Guri, além de outras duas somente com integrantes do grupo: Coração de Peão e Coração Dispara. 

Na expectativa para a que vida de todos possa voltar ao normal, com segurança, os integrantes seguem em suas casas, ensaiando e se comunicando pelas redes sociais. 

Pitaco

Adriano Brasil, produtor artístico, fala do grupo:

-Importante o surgimento de bons grupos que toquem a música fandangueira, como o D'Aldeia. E eles acertam nas duas estratégias: músicas próprias em parceria com nomes conhecidos e padronizar as vestimentas. São dois belos diferenciais!

Aqui, o espaço é seu 

- Para participar da seção, mande um pequeno histórico da sua banda, dupla ou do seu trabalho solo, músicas e vídeos e um telefone de contato para jose.barros@diariogaucho.com.br.

- Para falar com a banda, ligue para 98110-2220.


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca