Como ocorre a flacidez vaginal - Entretenimento

Vers?o mobile

 
 

Falando de Sexo01/04/2020 | 17h14Atualizada em 01/04/2020 | 17h14

Como ocorre a flacidez vaginal

Com a queda da quantidade de substâncias como estrogênio, colágeno e elastina, a musculatura fica naturalmente mais flácida, mas existe prevenção

Andrea Alves e Lucia Pesca

Estou com 45 anos, tenho três filhos e, agora, vou casar novamente. O problema é que minha vagina é muito larga. É possível deixá-la menos flácida? 

falando de sexo, novo card.
Foto: Reprodução / Reprodução

Como este é um tema que gera muitas questões, vamos falar sobre ele em dois dias (hoje e amanhã). Convidamos Daniele Varela, fisioterapeuta pélvica, para ajudar a esclarecer algumas dúvidas.

Uma das preocupações das mulheres, após gestações e ao longo da vida, é a flacidez vaginal. A vagina é um canal muscular elástico, que tem como funções receber o pênis durante a relação sexual, permitir a saída do bebê no parto e eliminar o fluxo menstrual. 

O órgão sexual feminino pode apresentar flacidez por várias razões: sedentarismo, gestações sem preparo do períneo (região que constitui a base do púbis, onde estão situados os órgãos genitais e o ânus), exercícios de impacto, relações sexuais frequentes sem lubrificação e envelhecimento. 

Leia outras colunas

Climatério

Na fase do climatério (período que antecede a menopausa), ocorre a queda dos níveis hormonais, podendo haver a diminuição da libido, da lubrificação e estreitamento do canal vaginal. 

Com a queda da quantidade de substâncias orgânicas como estrogênio, colágeno e elastina, a musculatura fica naturalmente mais flácida. Se você não prevenir essas questões, com o tratamento adequado, elas vão surgir na menopausa. 


Fonte: Daniele Varela-, fisioterapeuta pélvica. CREFITO 168.24-F



 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros